Publicidade

Estado de Minas ESTADOS UNIDOS

Joe Biden toma posse nos EUA e defende a união: 'A democracia venceu'

Em seu discurso, Biden diz que "há muito a ser curado" nos Estados Unidos e prometeu ser o presidente de todos os norte-americanos


20/01/2021 14:16 - atualizado 20/01/2021 18:08

Ao lado de Jill Biden, Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos(foto: AFP/Reprodução)
Ao lado de Jill Biden, Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos (foto: AFP/Reprodução)
Após prestar juramento como o 46º presidente dos Estados Unidos nesta quarta-feira (20/01), o democrata Joe Biden começou o seu discurso de posse destacando que "a democracia prevaleceu". Ele declarou que "há muito a ser curado" nos Estados Unidos e prometeu ser o presidente de todos os norte-americanos.

Biden também defendeu a união do país e apontou que o "ressentimento, o medo e a raiva exaustiva" tomaram conta dos EUA. 

Segundo ele, a prevalência da democracia depende de todos. “É preciso seguir em diante nesses tempos de perigos. Existe muito a ser consertado, curado. Poucas pessoas tiveram tantos desafios, uma vez que um vírus que tirou tantas vidas americanas, está entre nós. Existe um grito por justiça racial. O sonho agora vai ser encarado. O grito por sobrevivência vem do mundo e não pode ser mais esperado. Em um mundo com supremacias brancas, isso precisa ser enfrentado. As coisa mais difícil de uma democracia é a união”, disse Biden.

Citando o ex-presidente Abraham Lincoln, Biden disse que com “toda sua alma” está com os Estados Unidos.

Segundo o democrata, com a “união” é possível superar o desemprego, a pandemia e reconstruir a classe média. “Podemos refazer a américa com uma força de segurança.”

Biden ainda relembrou que o racismo separou os americanos por muito tempo e isso não vai mais acontecer. “Em cada um desses momentos, nos juntamos para ir adiante. Podemos fazer isso agora. Podemos ter fé e seguir o caminho da unidade”, disse.
 

Garanto que não vamos falhar. Então hoje, nesse momento, vamos começar de novo. Vamos ouvir os outros. Ver os outros. Demonstrar respeito. Política não precisa ser um fogo que queima todos. Fatos são manipulados e construídos. Precisamos ser diferentes, melhores. Eu acredito nisso, somos melhores que isso

Joe Biden

 

Biden citou o fato da vice-presidente Kamala Harris ser a primeira mulher a ser eleita para o cargo. “Não diga que não podemos mudar. Mulheres não podiam votar, hoje, Kamala Harris é vice-presidente da nação.”

“Se vocês ainda discordam de mim, tudo bem, isso é a democracia. Mas me ouçam com clareza, discordâncias não podem levar à desunião. Serei o presidente de todos os americanos."

Ele ainda prometeu que vai conseguir os empregos americanos, tirados durante a pandemia, novamente. “Só porque uma pessoa não parece como você, não pega as notícias nos mesmos lugares, vocês vão julgar? Isso vai acabar em guerra civil. Os vermelhos contra os azuis. Os conservadores contra os liberais. Podemos seguir em frente. Podemos ajudar uns aos outros. [...] Assim o país pode seguir em frente, mudar. Meus caros americanos, juntos, podemos passar por esse inverno escuro. Eu prometo para vocês.”

Para Biden, a “América foi testada" e saiu desse teste "mais forte”.

“Seremos parceiros pela paz e segurança. E no meu primeiro ato como presidente peço silêncio pelas mortes por COVID-19. São americanos, mães, pais, filhos…Peço uma oração silenciosa para aqueles que ficaram para trás.” 

“É um tempo de teste. Um ataque à democracia. Um vírus. O racismo está aí. Mas o fato é que enfrentamos todos esses desafios de uma vez. E agora estamos sendo testados mais uma vez. Existe muito a se fazer. E eu prometo para vocês, seremos julgados por isso, por como vamos resolver isso."
 

Vamos levar um mundo melhor para nossos filhos e vamos escrever o grande próximo capítulo dos Estados Unidos

Joe Biden

 
Biden ainda cita que dará seu melhor para nação. “Dou minha palavra, estarei com vocês, vou defender a constituição, vou defender a america e farei de tudo para vocês terem tudo. Vamos reforçar a história americana, sem medo, mas com amor e grandeza. Essa será a nossa história e que ela nos inspire e que diga às próximas gerações que a esperança e justiça não morreram diante dos nossos olhos, mas sim floresceram."
 
*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade