Publicidade

Estado de Minas

Governo e movimentos rebeldes assinam acordo de paz no Sudão


31/08/2020 07:07

As autoridades sudanesas e os movimentos rebeldes assinaram nesta segunda-feira um acordo de paz em Juba, capital do Sudão do Sul, que deve acabar com 17 anos de guerra.

O acordo foi assinado em duas etapas, primeiro pelos grupos rebeldes em Darfur, onde a guerra que começou em 2003 deixou, segundo a ONU, quase 300.000 mortos e 2,5 milhões de deslocados, e depois pelo movimento rebelde de Kordofan do Sul e do Nilo Azul, cujo conflito afeta um milhão de pessoas.

Do lado das autoridades sudanesas, o acordo foi assinado por Mohamed Hamdan Daglo, vice-presidente do Conselho Soberano e acusado de ter cometido "atrocidades" em Darfur durante a guerra civil.

Em um momento muito simbólico, Mohamed Hamdan Daglo apertou a mão daqueles que foram seus inimigos, os chefes dos quatro movimentos rebeldes reunidos na Frente Revolucionário Sudanesa (FRS).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade