Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Pompeo critica prisão de Jimmy Lai em Hong Kong em meio à escalada de tensões


10/08/2020 14:47

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, foi ao Twitter manifestar preocupação com a prisão de Jimmy Lai, editor do popular jornal de Hong Kong Apple Daily, pela lei de segurança nacional aplicada por Pequim sobre o território. Lai foi preso nesta segunda-feira, 10, sob a alegação de "conluio estrangeiro".

"Estou profundamente preocupado com os relatos da prisão de Jimmy Lai pela draconiana Lei de Segurança Nacional de Hong Kong. Outra prova de que o Partido Comunista da China eviscerou as liberdades de Hong Kong e corroeu os direitos de seu povo", publicou Pompeo em seu Twitter.

A fala do secretário de Estado vem em meio ao recrudescimento de tensões entre as duas maiores economias do mundo. Hoje, Pequim aplicou sanções a importantes autoridades americanas, como o senador republicano Ted Cruz, retaliando medida semelhante tomada por Washington na semana passada.

Mais cedo, a União Europeia emitiu nota defendendo a liberdade de imprensa em Hong Kong e criticando a prisão do jornalista. Para o bloco, a prisão de Jimmy Lai reforça os temores de que a lei de segurança nacional imposta pela China é um pretexto para a repressão de figuras políticas dissidentes. "A liberdade e o pluralismo dos meios de comunicação são pilares da democracia, pois são componentes essenciais de uma sociedade aberta e livre", ressalta a UE no comunicado.

*Colaborou André Marinho.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade