Publicidade

Estado de Minas

Roma negocia para ser comprada pelo bilionário americano Dan Friedkin


postado em 30/12/2019 18:37

A Roma confirmou nesta segunda-feira que o bilionário americano Dan Friedkin mantém conversas para comprar o clube italiano de seu atual proprietário.

"O grupo Friedkin está em negociações vinculadas a uma potencial transação (...) incluída a AS Roma", confirmou o clube em um comunicado, explicando que "até o momento não foi formalizado (...) nenhum acordo definitivo".

A imprensa italiana havia informado no domingo sobre estas conversas entre o empresário texano de 54 anos e seu compatriota James Pallotta, atual acionista majoritário e presidente da Roma.

De acordo com a imprensa, a operação poderia alcançar os 780 milhões de euros e Pallotta poderia permanecer como acionista minoritário do clube, que é o atual 4º colocado da Serie A.

Pallotta, de 61 anos, dirigente do fundo de investimentos Raptor Capital Management, é o proprietário e presidente da Roma desde 2012.

Raramente presente na Itália, Pallotta é muito impopular entre os torcedores do clube, que o responsabilizam nos casos de Francesco Totti e Daniele De Rossi, ambos grandes ídolos do clube e que foram forçados a deixar a equipe.

O projeto para um novo estádio que ele defende está paralisado, e o clube não conquista um título desde a Copa da Itália de 2008.

No caso de compra pelo grupo Friedkin, um conglomerado localizado em Houston e que atua em setores como carros, turismo e entretenimento, o filho do CEO, Ryan Friedkin, poderia fixar residência em Roma e se tornar um dos dirigentes do clube, de acordo com a agência italiana AGI.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade