Publicidade

Estado de Minas

Mais de 50 mil pessoas abandonam cidade na Itália por bomba da 2ª Guerra Mundial

Material explosivo foi encontrado em novembro deste ano, em uma sala de cinema, e a mobilização de parte da população aconteceu neste domingo


postado em 15/12/2019 12:05 / atualizado em 15/12/2019 12:32

(foto: Flickr)
(foto: Flickr)

Cerca de 54 mil pessoas tiveram que deixar suas casas neste domingo na cidade italiana de Brindisi (sul), na maior operação desse tipo na Itália desde o final da Segunda Guerra Mundial em 1945, durante uma operação para desarmar uma bomba inglesa que certamente data de 1941, segundo a imprensa .


A bomba, de um metro de comprimento e mais de 200 kg de peso, foi encontrada em 2 de novembro durante a reforma de uma sala de cinema e foi danificada por uma máquina, diz o jornal la Repubblica,


Em um raio de 1,5 km ao redor do local onde a bomba foi encontrada, toda a população teve que deixar suas casas, enquanto num perímetro de 500 metros, o gás foi cortado.


Mais de mil membros das forças de segurança e 250 voluntários da Proteção Civil participaram desta operação, que terminou no meio da tarde (hora local).


A bomba foi desativada por uma equipe do Exército, que irá detoná-la num local isolado na segunda-feira.


Segundo a agência de notícias AGI, esta operação, que afetou mais da metade dos moradores desta cidade de 87 mil habitantes, começou no sábado com a transferência de 217 detidos da prisão local para outras penitenciárias.


Publicidade