Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Líder trabalhista britânico pede desculpas por derrota eleitoral


postado em 15/12/2019 09:46

O líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, pediu desculpas neste domingo pela derrota esmagadora do partido nas eleições gerais britânicas, mas defendeu sua campanha, que falhou em ressoar com a base da classe trabalhadora. Corbyn prometeu se afastar do comando do partido.

"Sinto muito por termos falhado e assumo minha responsabilidade por isso", escreveu em uma carta publicada no jornal de esquerda britânico Sunday Mirror. Ele defendeu, porém, a campanha realizada. "Estou orgulhoso de que, por mais baixo que nossos oponentes fossem, recusamos nos juntar a eles na sarjeta", escreveu. "E tenho orgulho de que nossa mensagem tenha sido de esperança, e não de medo", acrescentou.

O Partido Conservador do primeiro-ministro britânico Boris Johnson conquistou 365 dos 650 assentos na Câmara dos Comuns nas eleições da última quinta-feira. O Partido Trabalhista ficou com 203 cadeiras, o pior número desde 1935.

Depois de sofrer críticas de dentro de seu próprio partido após o derrota eleitoral, Corbyn disse que deixará o cargo após um "período de reflexão". Manobras para substituí-lo já começaram. O processo de escolha de um substituto começará no início do próximo ano, mas alguns pedem a renúncia imediata do líder.

Pelo menos um sucessor em potencial se apresentou no domingo. A legisladora trabalhista Lisa Nandy disse à BBC que está "pensando seriamente"em se candidatar como próximo líder do partido.

Fonte: Associated Press


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade