Publicidade

Estado de Minas

Menina de 2 anos quase morre após consumir leite de vaca

De acordo com a mãe, a criança foi diagnosticada com anemia por deficiência de ferro e teve um sangramento interno agravado pelo consumo de seis garrafas de leite por dia


postado em 14/11/2019 17:38 / atualizado em 14/11/2019 18:46

(foto: Reprodução/Facebook)
(foto: Reprodução/Facebook)
A canadense Anastacia Gencarelli aprendeu da pior forma possível sobre perigos ocultos do leite da vaca, depois que a filha de 2 anos quase morreu. A mãe revelou que sua filha, Mia, foi diagnosticada com anemia por deficiência de ferro e teve um sangramento interno agravado pelo consumo de seis garrafas de leite por dia. O caso ocorreu em Ontário, Canadá.

A mulher alegou que a criança começou a passar mal no início do mês. Os médicos, por sua vez, vendo o quadro de falta de apetite, palidez e falta de fôlego prescreveram antibióticos e mandaram a criança para casa.

Uma semana depois do ocorrido, a criança voltou a passar mal e a mãe retornou ao hospital. Lá, os médicos noticiaram um quadro diferente. Agora, o diagnóstico era de anemia por deficiência de ferro e sangramento interno. O motivo da anemia foi o consumo de leite de vaca. 

A menina precisou de uma transfusão de sangue e recebeu prescrições de comprimidos de ferro para restaurar os níveis do mineral no corpo. Os médicos  também disseram aos pais para restringir o consumo de leite para pelo menos duas garrafas por dia. A garotinha ainda precisará de acompanhamento médico por um tempo.
 
 
* A estagiária está sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


Publicidade