Publicidade

Estado de Minas

Guerra de palavras se intensifica entre talibãs e Trump


postado em 12/09/2019 12:13

A guerra de palavras entre Donald Trump e o Talibã se intensificou nesta quinta-feira, quando o grupo aconselhou o presidente americano a "entender o tipo de nação que é o Afeganistão".

Trump disse na quarta-feira que as forças de seu país "atingiram nosso inimigo com mais força do que jamais atingimos, e isso continuará".

"Trump (@realDonaldTrump) deve agir com cautela", disse o porta-voz talibã Zabihullah Mujahid em um tuíte.

"Ele ainda precisa entender o tipo de nação que está enfrentando. Seus conselheiros devem fazê-lo entender que o Afeganistão é o cemitério dos impérios".

A palavra guerra entre os dois lados começou depois que Trump decidiu no sábado abandonar as negociações com o Talibã sobre a retirada gradual das forças americanas.

O termo "cemitério de impérios" é usado para se referir às potências de ocupação que tiveram que deixar um país.

Os Estados Unidos mantêm uma presença militar no Afeganistão desde 2001, quando expulsaram os talibãs que estavam no poder por aceitar a presença da rede jihadista Al-Qaeda em seu território.

O tuíte de Mujahid foi publicado horas depois de um ataque suicida contra uma base das forças especiais do exército afegão no sul de Cabul, na qual quatro soldados foram mortos e três outros feridos.

Após o fracasso das negociações com os americanos, os observadores esperam um aumento nos ataques do Talibã até as eleições presidenciais, marcadas para 28 de setembro.


Publicidade