Publicidade

Estado de Minas

Bolsonaro e Temer prometem transição 'fluida'


postado em 07/11/2018 18:11

O presidente eleito Jair Bolsonaro prometeu, nesta quarta-feira (7), em Brasília, uma transição "fluida" e disse que manterá "muitas coisas" do governo em fim de mandato de Michel Temer, após a primeira reunião entre ambos desde a eleição do candidato de extrema direita.

Temer convidou Bolsonaro a acompanhá-lo em viagens internacionais até o fim do seu mandato, como a cúpula do G20 no final deste mês em Buenos Aires, embora não se saiba se ele aceitará por estar se recuperando de uma facada que sofreu em um comício, e deverá passar por uma nova cirurgia.

Os dois deram declarações conjuntas à imprensa no Palácio do Planalto.

Temer, que assumiu o poder em maio de 2016 após o impeachment de Dilma Rousseff, assegurou que a colaboração com Bolsonaro será "verdadeira" e ofereceu impulsionar no Congresso projetos que o seu sucessor considerar prioritários, antes da transição em 1º de janeiro.

Durante o encontro foram abordados "vários assuntos", entre eles "a governabilidade", indicou Bolsonaro, que tem à frente o desafio de aprovar no Congresso um ambicioso plano de reformas para recuperar a economia do país.

Membros da equipe de Bolsonaro manifestaram o seu desejo de que a legislatura em fim de mandato vote uma parte da reforma previdenciária, que consideram essencial para equilibrar as contas públicas.

Bolsonaro destacou que pode haver outros encontros com Temer. "Se preciso for, a partir do ano que vem voltaremos a pedir que ele nos atenda porque tem muita coisa que continuará", afirmou.

"O procurarei mais vezes para que juntos possamos fazer uma transação de modo que o projetos de interesse de no Brasil continuem fluindo dentro da normalidade", acrescentou aos jornalistas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade