Publicidade

Estado de Minas

Dois senadores-chave apoiam indicado de Trump à Suprema Corte


postado em 05/10/2018 17:48

O indicado do presidente americano, Donald Trump, à Suprema Corte parece estar muito próximo de receber a confirmação do Senado depois que dois importantes legisladores o apoiaram nesta sexta-feira (5).

A senadora Susan Collins - membro do Partido Republicano - e seu colega democrata Joe Manchin declararam que as denúncias feitas contra Brett Kavanaugh de uma agressão sexual ocorrida há quase quatro décadas, quando era adolescente, não foram comprovadas.

"Não acredito que essas acusações possam impedir o juiz Kavanaugh de servir na corte", disse Collins a parlamentares em discurso no plenário da Câmara.

"A presunção de inocência e imparcialidade afetam meu pensamento e não posso abandoná-las", acrescentou, chamando Kavanaugh de "um funcionário público exemplar".

Manchin, que está lutando para manter o seu cargo nas próximas eleições de meio de mandato em um estado que votou fortemente por Trump nas presidenciais, disse ter prometido aos seus eleitores que votaria "com base nos fatos".

"Baseado em todas as informações disponíveis... Entendo que o juiz Kavanaugh é um jurista qualificado que seguirá a Constituição e decidirá os casos com base nas conclusões legais", assinalou Manchin em um comunicado.

Os dois foram os últimos senadores a declarar as suas intenções antes da votação final, que deve ocorrer na tarde de sábado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade