Publicidade

Estado de Minas

Aeroporto JFK de Nova York contará com US$ 13 bi para modernização


postado em 04/10/2018 21:24

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, anunciou nesta quinta-feira (4) um plano de investimentos de 13 bilhões de dólares para modernizar o antigo e saturado aeroporto internacional John F. Kennedy, o principal da "Big Apple".

Em um contexto de alta mundial do tráfego aéreo, o plano prevê a construção de dois novos terminais para 2025.

Isso permitirá aumentar a capacidade do aeroporto, situado à beira do mar no Queens, de cerca de 60 milhões de passageiros por ano atualmente a, ao menos, 75 milhões, indicou Cuomo em um comunicado.

Por meio de investimentos, sobretudo privados - 12 bilhões dos 13 bilhões anunciados, dos quais 10 bilhões estarão a cargo de linha aéreas -, o plano contempla também uma melhoria dos equipamentos e lojas destinadas aos passageiros, assim como das rotas de acesso ao aeroporto.

Contudo, não está prevista uma conexão direta de Manhattan ao JFK. Até agora não há nenhum trem direto entre o coração da maior cidade dos Estados Unidos e o seu maior aeroporto.

Embora o tráfego aéreo tenha aumentado 23% desde 2008, e possa alcançar os 80 milhões de passageiros em 2035, não está prevista uma quinta pista.

Mas, apesar de tudo, esses investimentos deveriam permitir o JFK se converter em "um aeroporto moderno do século XXI" e ficar entre "os melhores do mundo", afirmou Cuomo, considerado um dos possíveis presidenciáveis democratas para as eleições de 2020.

O JFK retrocedeu algumas vezes nos últimos anos na classificação dos aeroportos mundiais, tanto no tráfego como em satisfação dos passageiros.

Um estudo do Airport Council International Ranking de janeiro de 2018 classificava o JFK no 16º lugar dos aeroportos mundiais por sua capacidade, muito atrás do de Atlanta, primeiro aeroporto do mundo, Pequim, Dubai, Tóquio, Londres-Heathrow e Paris-Charles de Gaulle.

Um estudo publicado no mês passado pela consultora JD Power sitou o JFK em 14º dos 19 aeroportos americanos com relação à satisfação dos passageiros.

A cidade de Nova York usa três aeroportos. Os outros dois são La Guardia, no norte do distrito do Queens, onde já está em curso um projeto de modernização de oito bilhões de dólares, e Newark, em Nova Jersey, onde estão reformando um dos terminais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade