Publicidade

Estado de Minas

Trump ironiza investigação 'chata' do New York Times


postado em 03/10/2018 13:48

Donald Trump respondeu com ironia nesta quarta-feira à investigação do New York Times, segundo a qual o presidente americano teria recebido 400 milhões de dólares de seus pais, grande parte desse dinheiro obtido através de esquemas de evasão fiscal.

O extenso artigo do jornal "é uma obra encomendada, muito antiga, chata e muitas vezes já vista sobre mim", escreveu no Twitter um dia após a publicação desta investigação, que prejudica a imagem do magnata do setor imobiliário.

"Isso significa que 97% de suas histórias sobre mim são negativas", acrescentou Donald Trump, que durante sua campanha presidencial se recusou a divulgar suas declarações de impostos, rompendo com uma tradição estabelecida há décadas em seu país.

"Eles nunca se recuperaram de sua previsão ruim da eleição", concluiu ele com o argumento que utiliza regularmente.

Citando declarações de impostos e documentos financeiros confidenciais, o jornal afirmou, na investigação de 13.000 palavras, que desde que era jovem, o magnata imobiliário beneficiou, como seus quatro irmãos, dos lucros do império imobiliário de seu pai Fred.

O montante total desses lucros equivale a quase 413 milhões de dólares hoje, de acordo com o New York Times.

O jornal disse que parte desse dinheiro teria sido obtida graças à evasão fiscal: o presidente e seus irmãos também teriam estabelecido uma empresa fictícia com o único propósito de esconder o que seus pais lhes deram.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade