Publicidade

Estado de Minas

Start-up de carro voador de Larry Page oferece voos de teste


postado em 06/06/2018 19:00

O projeto de carro voador apoiado pelo cofundador da Google Larry Page estava próximo de decolar nesta quarta-feira (6), com um modelo para voos de teste para possíveis compradores.

Kitty Hawk, fundada por Page, revelou um modelo "Flyer" que descreveu como "um primeiro passo emocionante para compartilhar a liberdade de voar".

A empresa foi criada no ano passado na cidade natal da Google, Mountain View, na Califórnia, e vem testando um protótipo na Nova Zelândia.

Imagens e detalhes estavam disponíveis no site recém-lançado "flyer.aero", e a CNN divulgou a cobertura de um repórter que voou sobre um lago com um "Flyer" em um local de teste perto de Las Vegas.

O chefe-executivo da Kitty Hawk Sebastian Thrun, que fundou o Google X Lab, dedicado a projetos como carros autônomos e óculos sincronizados com a Internet, disse à CNN que pilotar o "Flyer" é tão fácil quanto jogar "Minecraft".

"Tornar o 'Flyer' acessível, que é o que fazemos em nosso centro de treinamento em Las Vegas, ajuda mais pessoas a experimentar a liberdade e as possibilidades dos veículos do futuro", declarou uma porta-voz da Kitty Hawk à AFP.

"Nossa prioridade imediata é convidar pequenos grupos de pessoas - clientes, influenciadores, mídia e membros da comunidade - para experimentar a liberdade de voar aqui em nosso recém-inaugurado centro de treinamento".

As pessoas interessadas em comprar "Flyers" foram convidadas no site a solicitar um convite para fazê-lo, sem um preço especificado.

Uma versão inicial do "Flyer" foi exibida no ano passado.

A aeronave elétrica tinha 10 pequenos rotores de sustentação nas asas, tornando-a capaz de decolar e aterrissar verticalmente, como um helicóptero.

A Kitty Hawk disse que a 15 metros de distância soava como um cortador de grama, enquanto a 250 metros de distância o volume era similar a uma conversa barulhenta.

Os primeiros voos de teste foram feitos sobre a água, com a velocidade máxima limitada a 32 km/h e uma altura não superior a três metros.

A cabine de pilotagem descoberta parece grande o suficiente para uma pessoa, deixando a cabeça para fora como se fosse um kart.

"O 'Flyer' foi projetado para ser fácil de voar e para que voe com fins recreativos sobre a água e em áreas não congestionadas", informou o site.

"O 'Flyer' é o primeiro veículo voador pessoal da Kitty Hawk e o primeiro passo para tornar os voos parte do dia a dia".

A nova máquina voadora é um dos vários veículos conceituais que estão sendo testados.

Page e Sergey Brin fundaram a Google em 1998, começando em uma garagem no Vale do Silício e se transformando em uma das maiores empresas do mundo.

Continua como chefe executivo da Alphabet, mas o projeto da Kitty Hawk é uma questão pessoal, que não faz parte das operações da gigante de tecnologia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade