Publicidade

Estado de Minas

Opositor malaio Anwar é libertado após indulto


postado em 16/05/2018 01:48

O opositor malaio Anwar Ibrahim foi libertado nesta quarta-feira, após ser indultado na semana passada dos crimes de sodomia que o mantinham na prisão há três anos, o que abre caminho para seu retorno à política.

Sorridente e vestido com um terno preto, Anwar abandonou o hospital de Kuala Lumpur onde foi submetido a uma cirurgia no ombro.

Anwar, 70 anos, saudou a multidão e entrou em um automóvel sem dar declarações aos jornalistas.

Fontes do partido de Anwar informaram que o político tem uma audiência com o rei Muhammad V e que deverá dar declarações durante a tarde.

O anúncio do indulto foi realizado na sexta-feira passada, um dia após Mahathir Mohamad, de 92 anos, tomar posse como primeiro-ministro, após uma inesperada vitória nas eleições legislativas realizadas na quarta-feira.

Mahathir havia se comprometido, em caso de uma vitória nas legislativas que permitisse sua chegada ao posto de primeiro-ministro, a ceder o cargo a Anwar, seu ex-inimigo, assim que este último deixasse a prisão.

Os dois políticos se reconciliaram antes das eleições com o objetivo de retirar o poder do ex-premier Najib Razak, envolvido em um grande escândalo financeiro que abala a Malásia desde 2015.

Mas Anwar não poderá se somar ao governo de imediato. Primeiro deverá ser eleito parlamentar, já que perdeu sua cadeira no Parlamento em 2015, quando foi confirmada a pena por sodomizar um jovem, o que o levou à cadeia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade