Publicidade

Estado de Minas

México duvida de acordo sobre Nafta antes de quinta-feira


postado em 15/05/2018 14:00

O México expressou nesta terça-feira (15) dúvidas sobre a possibilidade de alcançar um consenso sobre o Acordo de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta) antes de quinta-feira - prazo para que o Congresso americano possa avaliá-lo antes das eleições legislativas de novembro.

"A possibilidade de até quinta-feira termos toda a negociação não é fácil, não achamos que dê até quinta-feira", disse à Televisa o ministro de Economia Ildefonso Guajardo, responsável pelas negociações para modernizar esse tratado de livre-comércio com o Canadá e os Estados Unidos.

Guajardo disse que "existem os elementos" para chegar a um acordo, mas o problema é "que você tem que ter flexibilidade das partes", especialmente no que se refere à cláusula de expiração e às regras de origem do setor automobilístico, vital para a economia mexicana.

O presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Paul Ryan, disse na semana passada que espera um acordo por escrito sobre o Nafta até quinta-feira, para que o Congresso tenha tempo suficiente para lidar com o assunto antes das legislativas de novembro.

O presidente americano, Donald Trump, e o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, discutiram a questão nesta segunda-feira e disseram que queriam "concluir rapidamente" as negociações iniciadas em agosto.

Guajardo, no entanto, disse que o México não tem uma data-limite, embora reconheça que a perspectiva possa ser modificada pelas eleições gerais de 1º de julho em seu país.

"Vamos continuar a negociar. Há momentos diferentes para fechar essa negociação (...). O que muda se for depois de 1 de julho? Pois a responsabilidade é da equipe de transição de quem for o vencedor da eleição", explicou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade