Publicidade

Estado de Minas

ONU rejeita pedido da Rússia para condenar ataques à Síria

A proposta de resolução recebeu apenas três votos a favor, oito contrários e quatro optaram pela abstenção


postado em 14/04/2018 15:00 / atualizado em 14/04/2018 21:45

(foto: Drew Angerer/Getty Images/AFP)
(foto: Drew Angerer/Getty Images/AFP)

O Conselho de Segurança da ONU rejeitou neste sábado um projeto de resolução apresentado pela Rússia e que exigia uma condenação aos ataques realizados pelos Estados Unidos, França e Reino Unido contra a Síria.


A proposta de resolução recebeu apenas três votos a favor, oito contrários e quatro optaram pela abstenção.


O rascunho antecipado pela Rússia exigia que o Conselho de Segurança condenasse os ataques por considerá-los "uma violação do direito internacional e da Carta da ONU".


O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, abriu a reunião com um pedido por uma ação "de acordo com a carta da ONU".


Mas durante a reunião, as delegações dos Estados Unidos, França e Reino Unido defenderam os ataques com mísseis realizados contra vários alvos em território sírio.


Os ataques foram uma resposta ao suposto uso de armas químicas por parte do governo sírio na região de Duma no sábado passado.


A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, disse que Washington estará "carregada e engatilhada" para atacar novamente a Síria, se comprovar um novo uso de armas químicas.


"Nós estamos preparados para sustentar essa pressão, se o regime sírio for tolo o suficiente para testar nossa determinação", afirmou Haley.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade