Publicidade

Estado de Minas

Negociações para governo de coalizão prosseguem na Alemanha


postado em 07/02/2018 06:30

Os conservadores da chanceler Angela Merkel e os social-democratas de Martin Schulz prosseguem com as negociações nesta quarta-feira em Berlim para tentar alcançar um acordo para um governo de coalizão.

As negociações começaram na manhã de terça-feira e prosseguiram durante todo o dia.

A União Democrata Cristã (CDU/CSU) de Merkel e o Partido Social-Democrata (SPD) haviam estabelecido como prazo final a terça-feira.

As eleições legislativas de setembro, marcadas pela queda dos partidos tradicionais e o avanço da extrema-direita, não permitiram estabelecer uma maioria clara no Parlamento.

Merkel tentou em um primeiro momento um acordo de governo com os liberais e o Partido Verde, mas fracassou nas negociações.

Para permanecer à frente do país por um quarto mandato e evitar eleições antecipadas, a chanceler optou depois pela tentativa de um acordo com os social-democratas e a repetição da atual coalizão de governo.

O SPD, que teve um resultado ruim nas legislativas (20,5%) e continua em queda nas pesquisas, está muito dividido.

Muitos de seus membros criticam Schulz por não cumprir a promessa de levar o partido mais para o campo da esquerda e não negociar com Merkel.

Schulz deve obter concessões importantes e visíveis para afastar o risco de que a base do partido rejeite o acordo.

De fato, o SPD anunciou antes de iniciar as negociações que a última palavra seria a dos 440.000 filiados do partido.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade