Publicidade

Estado de Minas

Terremoto deixa dois mortos e mais de 200 feridos em Taiwan

Responsáveis pelos serviços locais de luta contra incêndios declararam que 149 pessoas puderam ser resgatadas dos edifícios afetados


postado em 06/02/2018 22:09 / atualizado em 06/02/2018 22:18

(foto: YANG JEN-FU / AFP)
(foto: YANG JEN-FU / AFP)
Duas pessoas morreram e mais de duzentas ficaram feridas na costa leste de Taiwan, após um sismo de magnitude 6,4, que provocou o desabamento de um hotel e danos em outros edifícios, informou o governo.

De acordo com os bombeiros, um hotel e um bloco de moradias foram os mais atingidos, na cidade turística portuária de Hualien. 

Outros cinco edifícios, entre eles um hospital, também foram afetados, segundo a mesma fonte. As imagens da televisão mostravam rodovias cheias de escombros e rachaduras.

O primeiro-ministro, William Lai, disse que duas pessoas morreram no terremoto que sacudiu a cidade portuária de Hualien.

O terremoto foi registrado às 23H50 locais (13H50 de Brasília) e o epicentro foi localizado 20 km a nordeste do porto de Hualien, indicou o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS).

O USGS informou que este terremoto foi registrado a muito pouca profundidade, a cerca de 9,4 km.

A TV local exibiu imagens do Hotel Marshal, em Hualien, escorado de um lado e com a outra parte completamente desabada.


Responsáveis pelos serviços locais de luta contra incêndios declararam que 149 pessoas puderam ser resgatadas dos edifícios afetados.

As autoridades informaram, contudo, que outras vítimas se encontravam entre os escombros, sem poder determinar o número.

"É o terremoto mais significativo que vivi em Hualien em mais de 10 anos", declarou à AFP um vizinho da cidade, Blue Hsu, cuja casa foi fortemente sacudida.

A cidade portuária de Hualien é um dos locais mais turísticos de Taiwan, por onde passa uma pitoresca ferrovia da costa do leste e perto da popular Taroko. 
 
(foto: YANG JEN-FU / AFP)
(foto: YANG JEN-FU / AFP)
 
Após o terremoto, a presidente taiwanesa, Tsai Ing-wen, disse que equipes de resgate de todo o país se preparavam para ir ao local.

"Iniciaremos os trabalhos em casos de catástrofe o mais rápido possível", escreveu em sua página no Facebook. 

Este sismo ocorreu depois de terem sido registrados nos últimos três dias quase uma centena de pequenos tremores na região.

O de hoje ocorreu quase dois anos depois de que outro de magnitude similar sacudisse a cidade taiwanesa de Tainan, deixando mais de cem mortos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade