UAI
Publicidade

Estado de Minas SERRA DO CURRAL

Serra do Curral: mineração está suspensa até julgamento final

Entidades e representantes do poder público buscam aprovar o tombamento que vai ajudar a preservar o patrimônio mineiro


05/08/2022 19:30 - atualizado 05/08/2022 21:25

Representantes do poder público e da Tamisa se reúnem em uma mesa para discutir a exploração da Serra do Curral
Estiveram presentes na audiência de conciliação do TJMG representantes da Tamisa, do IEPHA, do estado e de municípios diretamente afetados pela potencial exploração da área (foto: Cecilia Pederzoli/TJMG)
As atividades da Taquaril Mineração S.A. (Tamisa) na Serra do Curral, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, ficarão suspensas até o julgamento final do processo.

A decisão foi divulgada após reunião nesta sexta-feira (5/8), envolvendo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a empresa e representantes do poder público.

“Deve-se verificar se é possível conciliar a preservação do meio ambiente, com desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda", afirmou o presidente do TJMG, José Arthur Filho.

O magistrado, assim como entidades que pedem a preservação da área, já havia demonstrado preocupação com uma potencial destruição do local. E afirmou que a Tamisa reconheceu que é necessário conservar a Serra do Curral.

Estiveram na audiência representantes do governo estadual; da Secretaria do Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD); do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA); do Conselho Estadual do Patrimônio Cultural (CONEP); do Ministério Público do Estado de Minas Gerais; dos municípios de Belo Horizonte, Nova Lima e Sabará; e da empresa de mineração.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade