UAI
Publicidade

Estado de Minas AVES

Zoológico de Belo Horizonte recebe oito novos animais

Para abrigar os novos hóspedes, o Zoológico realizou algumas obras e adaptações para similar o habitat natural e alguma privacidade para eles


15/07/2022 23:57 - atualizado 15/07/2022 23:57

Emu
Oito emus serão os novos hóspedes do Zoológico de Belo Horizonte (foto: Suziane Brugnara/Divulgação)
O Jardim Zoológico de Belo Horizonte irá exibir, a partir deste final de semana, seus novos habitantes. Oito emus, animal endêmico da Austrália, conhecida por não voar. A espécie é a segunda ave mais alta do mundo, perdendo apenas para seu "primo", Avestruz.

Os animais, que vieram do Zooparque de Itatiba, no interior de São Paulo, possuem cerca de oito meses de idade e são seis fêmeas e dois machos.

Antes de irem para o local aonde os visitantes podem apreciar os animais, eles ficam em quarentena sendo acompanhados e examinados por uma equipe veterinária que monitoram a saúde e a adaptação dos bichos.

As pernas longas e musculosas permitem que eles corram a uma velocidade de até 48 km/h. Vivem em savanas, em regiões de clima quente e vegetação seca, no país da Oceania.

O animal brasileiro mais próximo dos emus na linha evolutiva são as emas, uma ave também conhecida por ser incapaz de alçar voo.

Para abrigar os novos hóspedes, o Zoológico realizou algumas obras e adaptações para similar o habitat natural e alguma privacidade para eles.

EMU

Com uma plumagem marrom-acinzentada, o emu é uma espécie onívora, gosta principalmente de gramíneas, sementes, insetos e artrópodes. Pequenas rochas são engolidas para auxiliar na digestão.

A partir dos dois anos, os animais já podem se reproduzir, sendo que os casais permanecem juntos por aproximadamente cinco meses. O filhote nasce cerca de 54 dias após a fêmea botar o ovo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade