UAI
Publicidade

Estado de Minas SUL DE MINAS

Prefeitura recebe cerca de 150 denúncias contra a Copasa em Pouso Alegre

Município multou a companhia em cerca de R$ 20 milhões e prefeito dispara: 'Uma afronta à relação contratual e respeito à população'


25/01/2022 17:05 - atualizado 25/01/2022 21:29

Prefeitura de Pouso Alegre recebeu dezenas de denúncias contra Copasa
Prefeitura de Pouso Alegre recebeu dezenas de denúncias contra a Copasa (foto: Ascom PMPA)
"Uma afronta à relação contratual e respeito à população", enfatizou o prefeito Rafael Simões, de Pouso Alegre, no Sul de Minas, sobre as diversas denúncias de irregularidades recebidas pela Prefeitura Municipal contra a Copasa. O Executivo criou um canal de reclamações e, entre a última sexta-feira (21/01), e, esta terça-feira (25/01), foram recebidas cerca de 150 irregularidades em vários pontos da cidade.

"São diversas denúncias que abrangem várias infrações. Não se pode cobrar altíssimo do consumidor, principalmente, sem a necessária prestação de serviço. Estamos buscando soluções imediatas", destacou o prefeito.
 
Entre as reclamações mais registradas sobre o serviço da companhia está a danificação constante do asfalto. Na manhã dessa terça-feira (25), o prefeito visitou o Bairro São João para averiguar denúncias.

"Acabamos de fazer o asfalto na região e ele está afundando por culpa de obras da Copasa. Constando as denúncias, multamos a companhia e, ao todo, já foram cerca de R$20 milhões", afirmou Rafael Simões.

Outra grande queixa dos moradores é a falta de água e até mesmo a cobrança por vento. Ainda segundo o Executivo, a solução apresentada é um aparelho simples, que promete bloquear o ar e baixar a conta. Mas, para que os moradores tenham o direito de utilizá-lo, o município precisou notificar a Copasa.

"No último domingo (23) moradores do Bairro Cidade Jardim me mandaram diversos vídeos mostrando que estavam abrindo as torneiras, não tinha água e o hidrômetro girava", disse Rafael Simões.

Asfalto danificado
Entre as reclamações mais registradas sobre o serviço da companhia está a danificação constante do asfalto (foto: Ascom PMPA)

"O bloqueador de ar para hidrômetro é um pequeno aparelho que custa em média R$49. Notificamos hoje mesmo a empresa e demos o prazo de cinco dias para que ela possa autorizar o uso. Caso a Copasa negue, vamos colocar na Justiça", completou o prefeito.

COPASA

Em nota, a Copa informou que: "o abastecimento de água, especialmente nos bairros Belvedere, Caiçara, Cidade Jardim, Dona Nina, JK, Portal Ipiranga e Shopping, que ficaram com o fornecimento parcialmente comprometido recentemente, está normalizado desde o último sábado (22/01).

Sobre o dispositivo para “bloqueio do ar”, a Copasa esclarece que a Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário (ARSAE) não incentiva a instalação destes equipamentos por não haver nenhum estudo ou teste que considere a ação eficaz. A agência aponta que a maior parte dos estudos identificados considera a instalação deste equipamento desnecessária e atenta para riscos de contaminação da rede de distribuição de água. No entanto, o cliente que tiver interesse na instalação do dispositivo  deverá entrar em contato com a Copasa para obter mais informações. 

A Copasa atende a quase 100% da cidade de Pouso Alegre com abastecimento de água e esgotamento sanitário e segue trabalhando incessantemente para oferecer sempre a melhor prestação de serviços, fazendo questão de manter o diálogo aberto com seus clientes.

Sobre as multas, a empresa afirma que foi notificada e que o setor jurídico da companhia tomará as providências cabíveis." 
 
Denúncia
 
A Prefeitura de Pouso Alegre criou um canal de denúncias contra a Copasa e Cemig para que os moradores denunciem irregularidades nos serviços oferecidos pelas empresas, como a falta de água e energia, esgoto a céu aberto, má recuperação do asfalto, entre outras. Para denunciar, acesse o site.
 
(Iago Almeida / Especial para o EM)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade