UAI
Publicidade

Estado de Minas BALANÇO

Chuvas forçam quase metade das cidades de Minas a declarar emergência

Defesa Civil calcula que 402 dos 853 municípios adotaram estado de alerta; desalojados beiram os 50 mil


22/01/2022 20:54 - atualizado 23/01/2022 12:18

Chuvas em Aimorés deixaram rastros na cidade
Lama deixou marcas nas cidades de Minas Gerais; na foto, o município de Aimorés (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Quase metade dos 853 municípios de Minas Gerais está em situação de emergência por causa das chuvas. Segundo a Defesa Civil, neste sábado (22/1), o número de municípios em estado de alerta chegou a 402 – o que representa 47% do total de localidades.

Há 48.607 desalojados e outros 7.735 desabrigados. Desde o início do período de temporais, já ocorreram 25 mortes em virtude das tempestades.

Nesta semana, o governo estadual anunciou um plano de recuperação para dar auxílio às populações afetadas pelas chuvas. A ideia é gastar R$ 800 milhões em reparos estruturais, apoio a municípios e transferência de renda.

Os cidadãos que ficaram desalojados por conta das chuvas e seus impactos, como deslizamentos e enchentes, receberão o chamado "auxílio desabrigado" no valor de R$ 400, pagos em três meses.

O montante se aplica para cada pessoa que morava na casa, agora inviabilizada, e será localizada pelo próprio poder público. Os repasses vão começar em fevereiro. O governo espera ajudar 60 mil habitantes.

Às prefeituras, a meta é repassar R$ 182 milhões via Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). As cifras serão utilizadas para bancar a reconstrução de moradias destruídas pela lama e pelas enchentes.

"Esse recurso é com juro subsidiado e com uma longa carência. Então, com toda certeza, viabilizando o pagamento por parte dessas pessoas que, muitas vezes, vão passar a ter até uma residência muito provavelmente melhor do que tinha antes da enchente", projetou o governador Romeu Zema (Novo), na última terça-feira (18).

Também haverá o plano BDMG Solidário para micro e pequenas empresas, com suporte de R$ 35 milhões. Outras ações dizem respeito. Rodovias estaduais vão receber aporte de R$ 113 milhões.

Segundo o Palácio Tiradentes, 332 cidades em situação de emergência dividiram repasse de R$ 130,1 milhões feito ao longo desta semana. A verba é fruto do adiantamento de parcelas do acordo feito para sanear dívidas anteriores do Executivo estadual junto às prefeituras.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade