UAI
Publicidade

Estado de Minas TRIÂNGULO MINEIRO

Homem é baleado ao reencontrar indivíduo com quem se acidentou há 6 meses

A vítima foi atingida por quatro tiros ao ser surpreendida por dupla armada que teria atirado cerca de 10 vezes, em Uberaba


18/01/2022 17:45 - atualizado 18/01/2022 17:53

Fachada do HC-UFTM,
O homem baleado está internado no setor de Ortopedia e Traumatologia do HC-UFTM, em Uberaba (foto: Edmundo Gomide/Divulgação)
Dois homens que se envolveram em um acidente de trânsito, seis meses atrás, se reencontraram na manhã de hoje (18/1), em Uberaba, no Triângulo Mineiro, e um acabou baleando o outro. Foram quatro tiros, mas, por sorte, todos atingiram o braço esquerdo da vítima, que não corre risco de morrer.

Segundo registro da Polícia Militar (PM), antes do crime, a vítima reconheceu o veículo do suspeito e tentou conversar com ele para cobrar os danos do acidente.
Em um primeiro momento, o suspeito concordou e afirmou que queria “acertar as contas”. Mas, minutos depois, a vítima, que aguardava na Rua dos Xerentes, Bairro Jardim América, foi surpreendida pelo suspeito, acompanhado de outra pessoa.
 
Ainda segundo relato da vítima à PM, no momento em que cada um dos dois sacou uma arma de fogo, a vítima já começou a correr, mas foi atingida por quatro disparos no seu braço esquerdo, o que causou perfurações e fraturas.
 
O homem baleado disse à PM que acredita que foram disparados mais de 10 tiros contra ele.
 
A dupla, responsável pela possível tentativa de homicídio, está foragida e a PM segue rastreando o paradeiro.
 
O suspeito supostamente não queria pagar os danos causados à motocicleta da vítima
 
Ainda de acordo com relato do homem baleado à PM, o acidente ocorreu no cruzamento da Avenida Orlando Rodrigues da Cunha com a Rua Alumínio, onde o suspeito teria invadido a contramão de direção com o carro e causado a colisão com a moto.

Entretanto, no dia do acidente, ele teria negado a responsabilidade e ido embora, tomando rumo ignorado.
 
Segundo informações divulgadas pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias, a motivação e a autoria do crime.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade