UAI
Publicidade

Estado de Minas TRÂNSITO NORMALIZADO

Viga no Elevado Helena Greco é colocada no lugar e trânsito é liberado

Acidente ocorrido na noite de ontem (4/1) no local deixou pista interditada nos dois sentidos nesta manhã, em Belo Horizonte


05/01/2022 09:53 - atualizado 05/01/2022 12:47

Viga sendo colocada no lugar
Acidente no local deixou pista interditada nos dois sentidos nesta manhã (05/01), em Belo Horizonte (foto: Jair Amaral/EM/DA Press)
Após a colisão de um veículo contra uma viga na trincheira do elevado Dona Helena Greco, na Região Central de Belo Horizonte, colocando em risco a estrutura, o local foi interditado nos dois sentidos. Na manhã desta quarta-feira (5/1), a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) esteve no local com um guindaste e colocou a viga no lugar. Por volta das 10h o trânsito foi liberado nos dois sentidos.
 

O mecânico Gercy Martins Filho, de 71 anos, morador do Bairro Carlos Prates, ao lado da trincheira, estava próximo do local quando o acidente ocorreu. Ao ouvir o barulho da colisão à noite, se aproximou da trincheira para verificar o que havia acontecido.

De acordo com ele, um caminhão com container atingiu a trincheira e, logo após, tomou rumo desconhecido.

Ao perceber que a coluna estava deslocada, Gercy acionou o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar (PM) para evitar acidentes.

"Resolvi ligar para a Polícia Militar, os Bombeiros, inclusive insisti bastante para demonstrar que era uma chamada de urgência. Por volta das 0h eles já tinham interditado tudo, aí eu fiquei mais tranquilo", relatou.
 
Segundo Gercy, na hora do acidente estava chovendo bastante, mas mesmo assim conseguiu ouvir um estrondo alto. O mecânico acredita que um dos ganchos que, normalmente, fica em cima desses containers, se prendeu na estrutura e, com isso, a viga se locomoveu.
 
Viga fora do lugar no Elevado Helena Greco
Com o acidente, a viga foi arrastada, colocando em risco a estrutura no local (foto: Jair Amaral/EM/DA Press)


“A gente que trabalha com automóvel sabe como funcionam as coisas. Esses containers têm um gancho em cima, para levantar na hora de tirar e colocar no caminhão. Eu imagino que foi o gancho que bateu e arrancou a viga para frente”, afirmou. “Essa viga se deslocou muito, chegou até a tombar”, completou Gercy.
 
Em nota, a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Superintendência de Desenvolvimento de Capital (Sudecap), informou que a mesma viga foi colocada e explicou que não há risco estrutural para a tricheira. Além disso, a Sudecap afirma que estará fazendo intervenções no local para recompor as armações que foram danificadas.

"Sudecap fará algumas intervenções no local como recomposição das armações que foram danificadas, micro-concretagem e pintura. Esses serviços de manutenção estão previstos para começar dia 9 de janeiro(domingo), a depender das condições climáticas. É importante ressaltar que no primeiro semestre de 2021 a Prefeitura também realizou reparos estruturais nas vigas da trincheira, com o custo de R$ 250 mil.", comunicou o órgão.
 
*Estagiário sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade