UAI
Publicidade

Estado de Minas INOVAÇÃO RECONHECIDA

Engenheira da UFOP cria garrafa que filtra água e concorre a prêmio mundial

Bárbara Paiva criou uma garrafa que filtra, esteriliza e refresca a água usando a radiação solar. O projeto representará o Brasil na final de prêmio, na Turquia


22/11/2021 19:16 - atualizado 22/11/2021 19:32

Bárbara Paiva, estudante da UFOP em laboratório
Na contagem regressiva para representar o Brasil, a engenheira conta que a ideia surgiu há cinco meses a partir da participação na disciplina Empreendedorismo e Inovação da UFOP (foto: Red Bull Content Pool/Divulgação)
Cerca de 35 milhões de pessoas não têm acesso à água potável no Brasil, o que as deixa expostas para contrair doenças diarreicas, que, por sua vez, estão entre as dez principais causas de morte em países de baixa renda, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Preocupada com esse dado alarmante, uma engenheira da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) criou uma garrafa que filtra água apenas com a radiação solar.
 
É isso mesmo! O feito é de Bárbara Paiva, engenheira ambiental e estudante do Programa de Engenharia de Materiais (Redemat), da UFOP. O projeto dela vai representar o Brasil na grande final Red Bull Basement University 2021, que acontece entre os dias 13 e 15 de dezembro em Istambul, na Turquia, e vai premiar as ideias mais inovadoras do planeta.
 
Na contagem regressiva para representar o Brasil, a engenheira conta que a ideia surgiu há cinco meses a partir de estudos na disciplina Empreendedorismo e Inovação, através da qual pôde pesquisar um dos pilares do seu mestrado que estuda a esterilização de parasitas por meio da radiação.
 
“O projeto, denominado de “Aqualux”, pode ser aplicado em regiões e situações onde o acesso a água potável não seja acessível, como locais de baixo desenvolvimento, além de dar suporte a esportistas e campistas”, afirma a mestranda ao falar da garrafa que filtra, esteriliza e refresca a água para o consumo humano.

Bárbara Paiva vê no projeto um grande diferencial na aplicação da tecnologia porque a água poderá ser esterilizada em locais onde não têm energia elétrica.
 
“Desenvolvi esse projeto com o objetivo de democratizar o acesso à água potável e garantir esse acesso de uma forma mais simplificada, usando a luz do sol”.
 

Competição mundial

 
O Red Bull Basement University 2021 teve 4.041 ideias inscritas de vários países e, desse total, foram selecionadas 43 para a etapa final. O projeto da mestranda da UFOP já é o grande vencedor do Brasil.
 
Bárbara Paiva acredita que, durante os três dia de imersão no universo da inovação, empreendedorismo e tecnologia, ela vai poder dar visibilidade ao projeto, receber suporte, mentoria, aprender nos workshops que serão realizados e aumentar a rede de relacionamentos.
 
“Um dos objetivos é arrumar formas de produção em série das garrafas para tornar mais acessível, mapear os diferenciais competitivos mais atrativos para os investidores e ampliar o mercado de potenciais consumidores”.
 
A ideia vencedora receberá recursos para o desenvolvimento tecnológico do produto. Quem quiser acompanhar o desenvolvimento do projeto pode seguir o Instagram @team.aqualux, no qual a mestranda da UFOP vai postar o desenvolvimento e todas as etapas no Red Bull Basement.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade