UAI
Publicidade

Estado de Minas MINAS CAIXA

Grávida é morta a facadas dentro de casa em BH

Jovem de 26 anos foi encontrada morta pela mãe e o irmão após ser esfaqueada. Segundo a PM, ex-companheiro dela confessou o crime


26/10/2021 07:51 - atualizado 26/10/2021 08:17

Aglomerado do Borel, no Bairro Minas Caixa, em Venda Nova
Crime ocorreu no Aglomerado do Borel, no Bairro Minas Caixa (foto: Reprodução da internet/Google Maps)
Uma jovem de 26 anos, grávida, foi morta a facadas dentro de casa no Aglomerado do Borel, no Bairro Minas Caixa, Região de Venda Nova, em Belo Horizonte. O corpo foi encontrado pela mãe e o irmão da vítima. De acordo com a Polícia Militar (PM), o ex-marido dela confessou o crime e foi detido.

O crime foi denunciado na noite dessa segunda-feira (25/10). O irmão da vítima contou que não teria conseguido falar com a irmã durante todo o dia. Por volta das 18h30, ele ligou para o celular da irmã, mas quem atendeu foi uma senhora que contou ter achado o aparelho perto de um motel na Avenida Cristiano Machado às 6h daquele dia. A mulher disse que ficou esperando alguém ligar para tentar descobrir de quem era o telefone para devolvê-lo. 

Ele foi até a mulher e pegou o aparelho. Preocupado com a irmã, que estava grávida de quase três meses, ele resolveu ir com a mãe até a casa dela, no aglomerado. Chegando no imóvel, eles viram que algumas coisas estavam fora do lugar. Eles acabaram encontrando o corpo da jovem caído perto da cama com vários ferimentos. A PM foi chamada.

Ao vasculha o celular da irmã, o rapaz percebeu que todas as mensagens no WhatsApp que mencionavam o ex-marido dela haviam sido apagadas. Ele também encontrou o registro de duas ligações do número do homem, feitas às 23h40 de domingo e Às 2h30 de ontem. Ele tentou ligar diversas vezes para o ex-cunhado, mas ele não atendeu. 

As suspeitas sobre ele aumentaram depois que uma moradora disse ter ouvido gritos de socorro por volta das 4h, e também comentou ter visto o suspeito descendo o beco por volta das 6h. Essa pessoa, segundo a polícia, estranhou a presença do homem, uma vez que a vítima disse em uma ocasião que ele não frequentava mais a casa dela. 

Os policiais fizeram buscas pelo suspeito em casa, mas ele não foi localizado. Eles receberam informações de que ele estava em uma delegacia no Barreiro registrando uma ocorrência por ameaça. De fato, ele foi encontrado no local e recebeu voz de prisão dos policiais. 

Em um primeiro momento, o suspeito afirmou que estava registrando um boletim de ocorrência após ter sido ameaçado por parentes da ex-mulher e negou ter cometido o crime. No entanto, conforme o registro da Polícia Militar, após apresentarem os indícios que levavam a ele, o homem confessou o crime.

Versão do suspeito


Conforme a PM, o homem relatou que, no domingo, a vítima ligou para a atual companheira dele para contar que estava grávida e disse que ele era o pai, o que resultou em uma discussão entre o casal. Nervoso, ele ligou para a vítima e eles também se desentenderam. 

O homem afirma que foi até a casa dela às 4h de segunda-feira para conversar. Eles acabaram discutindo e entraram em luta corporal. O homem disse aos policiais que, no meio da confusão, pegou uma faca que estava perto dele e golpeou a jovem, até que passou a faca no pescoço dela. 

O suspeito disse que lavou a faca e colocou no escorredor sobre a pia. Era uma faca de serra pequena e com cabo branco. Uma viatura voltou à casa da vítima e encontrou a arma descrita no local indicado por ele. A perícia e o rabecão foram acionados e o corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML). O homem foi levado à Delegacia de Plantão de Venda Nova. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade