UAI
Publicidade

Estado de Minas EDUCAÇÃO

Bairro da periferia de Uberaba receberá escola municipal no início de 2022

Metade das obras da Escola Municipal Dr. Aluízio Rosa Prata, no Residencial Rio de Janeiro, já está concluída


16/10/2021 12:13 - atualizado 16/10/2021 12:30

Residencial Rio de Janeiro, em Uberaba
A nova escola de Uberaba vai beneficiar a população do Rio de Janeiro e de bairros de seu entorno (foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
A Câmara Municipal de Uberaba aprovou, por unanimiade, no meio desta semana projeto da prefeitura de criação da Escola Municipal Dr. Aluízio Rosa Prata no residencial Rio de Janeiro. A previsão de finalização das obras do local é para o início do ano que vem.
 
Segundo nota da Prefeitura de Uberaba, já com 53,49% das obras concluídas, o conjunto da edificação da nova escola é formado por oito blocos distintos, com 12 salas de aula, além de cômodos para o setor administrativo, biblioteca, auditório, laboratórios, cozinha, pátio coberto, sanitários e vestiários.
 
A unidade de ensino terá a capacidade de atendimento de até 780 alunos em dois turnos (matutino e vespertino) ou 390 em período integral, da faixa etária de 6 a 14 anos.
 
O Projeto de Lei 521/2021, de autoria do Executivo, foi levado ao plenário do Legislativo na quarta-feira (13/10).
 
Segundo a secretária de Educação, Sidnéia Zafalon, a construção da escola vai trazer  enorme ganho tanto para a população do Rio de Janeiro, como dos bairros do entorno.
 
“A obra, a cargo da Construtora Toubes Ltda., custará R$ 3,8 milhões em recursos próprios”, complementou.
 
Ainda segundo informações de Sidnéia, o médico que dá nome à unidade de ensino, Aluízio Rosa Prata (1920/2011), é reconhecido como “expert” em medicina tropical pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com participação, entre 1968 e 2009, como membro titular do Comitê de Especialistas da OMS em Genebra (Suíça).
 
Prata, que fundou a Sociedade Latino-Americana de Medicina Tropical e auxiliou na fundação da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, publicou 418 artigos científicos, orientou 56 mestrandos ou doutorandos, além de ser o autor de inúmeros capítulos de livros, relatórios técnicos e trabalhos de extensão.
 
Na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), além de professor titular de Doenças Infecciosas e Parasitárias, o médico foi diretor do curso de Extensão Universitária e coordenador do curso de pós-graduação em Medicina Tropical e Infectologia, que ele mesmo iniciou.
 
Aluízio Prata nasceu na Fazenda Capivara, em Uberaba, em 1920, e morreu em 13 maio de 2011, aos 90 anos, na mesma cidade.
 
Ele está sepultado no Cemitério São João Batista.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade