UAI
Publicidade

Estado de Minas 'PENSAMENTO É COLETIVO'

Em remanejamento de vacinas, Betim passa 2 mil doses da CoronaVac a Igarapé

Doses repassadas são as que não serão utilizadas já que Betim concluiu a imunização do público adulto. Objetivo é ajudar na imunização da população flutuante


15/09/2021 21:00 - atualizado 15/09/2021 21:08


Igarapé receberá 2 mil doses da Coronavac, remanejadas da vizinha Betim
Igarapé receberá 2 mil doses da Coronavac, remanejadas da vizinha Betim (foto: Prefeitura de Betim/Divulgação)
 
A prefeitura de Betim, buscando contribuir para a conclusão  da aplicação inicial contra a COVID-19  no público adulto do município de Igarapé, remanejará 2 mil doses de vacina Coronavac para a cidade vizinha. As doses serão entregues nos próximos dias, em dois lotes de mil unidades. 

Ambas as cidades pertencem à Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e as doses remanejadas de Betim são as que não serão utilizadas como reforço (dose 3). A decisão segue uma orientação do Governo de Minas, prevista na Deliberação CIB/SUS-MG 3.508, de 3 de setembro de 2021, assinada pelo secretário de estado da saúde, Fábio Baccheretti. 

“Isso não significa que Betim está descartando imunizantes e nem que estamos deixando de ampliar a vacinação da nossa população em detrimento ao município vizinho. O imunizante CoronaVac não pode ser usado nem como reforço, nem no público adolescente", inicia o secretário municipal de Saúde, Augusto Viana.

"O pensamento é coletivo. Essa ação é importante para que possamos garantir também a imunização do colar metropolitano. Betim já avançou nesta etapa e está com todo público adulto contemplado. Temos uma população flutuante em comum, com isso, estamos garantindo também a segurança dos moradores de Betim,” complementa. Vale lembrar que Igarapé pertence à microrregião de saúde de Betim. 

Betim concluiu, nesta quarta-feira (15/9), a aplicação da primeira dose na população adulta, com 18 anos ou mais. A partir de agora, a aplicação inicial para esse público que faltou às convocações será concentrada na unidade do Centro de Referência Regional de Saúde do Trabalhador (Cerest), no bairro Brasileia. 

Já as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) passarão a imunizar o público adolescente, de 12 a 17 anos. Os adolescentes deverão procurar a UBS de sua referência acompanhado de um dos pais ou responsável. 

“Para as pessoas que por algum motivo ainda não receberam a primeira dose da vacina, a prefeitura garantirá a imunização nesta unidade, por tempo e quantitativo a ser determinado para atender a esse público”, finaliza Viana.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade