Publicidade

Estado de Minas LESTE DE MINAS

COVID-19: Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, atinge capacidade máxima

A transformação da estrutura hospitalar para o atendimento aos pacientes da COVID-19 levou o hospital e ter ocupação de 101,28, segundo a diretoria do HMC


23/07/2021 19:30 - atualizado 26/07/2021 09:29

O Hospital Márcio Cunha, de Ipatinga, chegou à sua capacidade máxima de atendimento pelo SUS(foto: Divulgação HMC/FSFX)
O Hospital Márcio Cunha, de Ipatinga, chegou à sua capacidade máxima de atendimento pelo SUS (foto: Divulgação HMC/FSFX)
 O Hospital Márcio Cunha, de Ipatinga, referência em atendimentos de emergências e alta complexidade para as regiões Leste e Nordeste de MG, atingiu a sua capacidade máxima de atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
 
A transformação de leitos exclusivos, tanto em enfermaria como de terapia intensiva destinados a COVID-19, para atender os pacientes do SUS, devido à alta demanda da população, levou o HMC a operar em seu limite de ocupação, informou a direção do hospital. A unidade é referência para 1,6 milhões de habitantes, de 88 municípios. 
  
Dos 548 leitos disponíveis no Hospital Márcio Cunha, mais da metade (290 leitos) são destinados a pacientes do SUS. A taxa média de ocupação atual é de 101,28%, sendo que, nos últimos meses, a unidade já operou com 114,78% de ocupação. 
 
Mesmo com o HMC atingindo a sua capacidade limite de atendimento, a direção do hospital afirma que tem mantido os atendimentos de urgência, emergência e alta complexidade, sem comprometer a qualidade desses serviços.
 
“Estamos trabalhando com toda nossa estrutura de atendimento e tecnologia afim de prestar, cada vez mais, a melhor assistência possível ao paciente. Contudo, essa realidade enfrentada em vários hospitais do país também tem sido um desafio diário para nós, do HMC”, comentou o diretor de Hospitais da Fundação São Francisco Xavier, o médico Mauro Oscar Soares de Souza Lima. 
 
Atualmente, o hospital atende 74% SUS e, em áreas como oncologia e nefrologia, supera os 85%. É um hospital geral, credenciado para atendimentos de alta complexidade, referência para trauma, acidente vascular cerebral (AVC) e infarto agudo do miocárdio (IAM), medicina diagnóstica, ensino e pesquisa, terapia intensiva adulta, pediátrica e neonatal, urgência e emergência, terapia renal substitutiva, alta complexidade cardiovascular, oncologia adulto e infantil, entre outros. 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade