Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Itabira regride à onda amarela, mas não terá novas medidas restritivas

Apesar da onda amarela, a cidade não terá novas restrições para o comércio. Taxa de ocupação dos leitos está em 50%


25/06/2021 20:43 - atualizado 25/06/2021 20:45

Comércio não sofrerá alteração no funcionamento. Cidade manterá o decreto já em vigor(foto: Prefeitura de Itabira/Divulgação)
Comércio não sofrerá alteração no funcionamento. Cidade manterá o decreto já em vigor (foto: Prefeitura de Itabira/Divulgação)
Itabira, na Região Central do estado, regrediu nesta sexta-feira (25/6) à onda amarela do Programa Minas Consciente. O município estava há duas semanas na onda verde, mas não havia flexibilizado o comércio e atividades não essenciais. Devido a isso, as regras na cidade se mantêm as mesmas, sem publicação de novo decreto.
Bares e restaurantes mantém o horário de funcionamento até às 23h30, com tolerância de meia hora e capacidade máxima de ocupação de 50% e distância linear de dois metros. 

O comércio em geral está funcionando das 9h às 19h, mas com a exigência da capacidade reduzida de clientes em até 50%. 
 
De acordo com a secretária municipal de Saúde, Luciana Sampaio, apesar de os números da pandemia apresentarem estabilidade em Itabira na última semana, inclusive com ligeira queda no Rt de 1,08 para 1,02, foi levado em consideração pelo Comitê Extraordinário a taxa de ocupação dos leitos exclusivos para a COVID-19. No início da semana, o índice se aproximou dos 60%, sempre com maioria de pacientes de fora da cidade.
 
Nesta sexta-feira (25/6), porém, a ocupação já recuou novamente, chegando a 50%. Dos 19 hospitalizados em unidades intensivas do SUS, apenas quatro são de Itabira.

Outros seis pacientes são da microrregião de Saúde na qual Itabira é cidade referência e os nove restantes são da macrorregião.
 
Mesmo na onda verde, Itabira não havia avançado com a flexibilização das medidas restritivas. Assim, de volta à onda amarela, o município não terá novas restrições por enquanto, mantendo o decreto já em vigor.

As alterações do cenário epidemiológico, no entanto, serão acompanhadas pela Secretaria Municipal de Saúde, que poderá sugerir outras medidas caso necessário.
 
 

Cirurgias eletivas

Na quinta-feira (24/6), o Comitê Extraordinário COVID-19 divulgou nova resolução da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) para cirurgias eletivas, aquelas sem caráter emergencial. Os procedimentos estavam suspensos desde fevereiro, mas agora poderão ser realizados de acordo com normas específicas para cada onda do Minas Consciente.
 
A deliberação observa a onda da macrorregião. No caso de Itabira, apesar de estar com a microrregião na onda amarela, a macro está na vermelha, quando são liberados procedimentos cirúrgicos somente em ambientes ambulatoriais, uma vez constatado pelo médico que o atraso deste tratamento poderá levar a complicações e/ou ao aumento de risco de morte.
 
A nova determinação será comunicada pela Secretaria Municipal de Saúde aos hospitais Nossa Senhora das Dores (HNSD) e Municipal Carlos Chagas (HMCC), que, a partir da resolução do estado, estarão autorizados a retomar as cirurgias eletivas ambulatoriais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade