Publicidade

Estado de Minas LESTE DE MINAS

Homem quebra vidros na fachada da Prefeitura de Coronel Fabriciano

O homem, armado com uma barra de ferro, quebrou quatro vidros da fachada do Paço Municipal. A prefeitura qualificou o ataque como "atentado político"


22/06/2021 20:38 - atualizado 22/06/2021 20:41

A grande vidraça que envolve o novo prédio da Prefeitura de Coronel Fabriciano teve 4 vidros quebrados pelo homem(foto: PMCF/Divulgação )
A grande vidraça que envolve o novo prédio da Prefeitura de Coronel Fabriciano teve 4 vidros quebrados pelo homem (foto: PMCF/Divulgação )
 
O novo prédio da Prefeitura de Coronel Fabriciano, inaugurado em 30 de abril de 2021, foi alvo de um ataque na noite de segunda-feira (21/6). Um homem, empunhando uma barra de ferro quebrou quatro vidros da fachada que envolve o prédio.
A Prefeitura de Coronel Fabriciano denominou o ato como político, "um atentado", conforme a nota divulgada, que também informou que o autor do quebra-quebra é adversário histórico da atual administração do prefeito Marcos Vinicius da Silva Bizarro (PSDB).
 
O rapaz que quebrou os vidros foi preso pela Polícia Militar, depois de ser identificado pelas câmeras de segurança do Paço Municipal. Segundo informou a prefeitura, o homem também usou pedras para quebrar os vidros.
 
O prefeito de Coronel Fabriciano, Dr. Marcos Vinícius, como é conhecido no meio político, disse que esta é a terceira vez que ele e prefeitura sofrem atentados.

Em abril de 2020, ano eleitoral, o portão da sua residência, no Bairro Belvedere, foi alvo de pedradas jogadas por um homem. 
 
Ele disse que sua família e uma empregada, que estavam na casa no momento do ataque, ficaram abalados e amedrontados.

Antes disso, em junho de 2019, um adolescente de 17 anos também foi detido pela polícia após atentado contra o Paço Municipal, no antigo prédio.
 
À época, a Polícia Militar informou que o adolescente colocou artefatos com pólvora em imóveis da região, colocou fogo em um carro parado de uma servidora, em frente à prefeitura, e tentou atacar a escola onde estudava. Depois dos ataques, ele foi apreendido.  
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade