UAI
Publicidade

Estado de Minas DOSE GRATUITA

55 farmácias de BH estão vacinando maiores de 60 contra gripe; veja lista

Prefeitura da capital ampliou parceria com drogarias para imunização contra influenza desde quinta-feira (20/5); unidades são das redes Araújo e Droga Clara


21/05/2021 06:30 - atualizado 21/05/2021 09:10

A prefeitura de Belo Horizonte ampliou a parceria com drogarias da capital para vacinação contra a gripe. A imunização está disponível em 55 unidades das redes Araújo e Droga Clara(foto: Adão de Souza/PBH)
A prefeitura de Belo Horizonte ampliou a parceria com drogarias da capital para vacinação contra a gripe. A imunização está disponível em 55 unidades das redes Araújo e Droga Clara (foto: Adão de Souza/PBH)
Belo Horizonte tem 55 pontos disponíveis para a vacinação de maiores de 60 anos contra a gripe. São 45 unidades da rede Araújo e dez da Droga Clara, parceiras do município na campanha. 

Cronograma

Segundo a Prefeitura, o público será atendido nos seguintes dias e horários:
  • Segunda a sexta-feira: 8h às 14h
  • Sábado: 8h às 12h
  • Domingo: não haverá atendimento
Na Drogaria Araújo, a pessoa precisa retirar uma senha antes da aplicação, às 7h. A Droga Clara também distribui senhas, porém, conforme a ordem de chegada, a partir das 8h.

Locais

As 55 unidades de imunização estão distribuídas por todas as regionais da cidade. Confira os endereços.



Documentos e orientações

Nos postos de vacinação, o público deve apresentar um documento de identidade oficial com foto, além de um comprovante de endereço. A Secretaria Municipal de Saúde recomenda que cada pessoa leve apenas um acompanhante. 

Quem se vacinou contra a COVID-19 deve esperar ao menos 14 dias para tomar a dose contra a influenza. Aqueles que já podem se vacinar contra o novo coronavírus e ainda não o fizeram devem priorizar a proteção contra o Sars-CoV-2 (o vírus da pandemia).

Outros públicos

Além dos maiores de 60 anos, a campanha de vacinação contra gripe contempla também as crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas e professores. Este grupo, porém, está sendo atendido nos centros de saúde. Os endereços e horários de funcionamento destes pontos estão no site da prefeitura.

A ação inclui ainda os trabalhadores da saúde que atuam em hospitais, centros de saúde, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os profissionais recebem as doses no próprio local de trabalho.

O público total é estimado pela PBH em 765 mil pessoas (450 mil idosos, 34 mil docentes, 151 mil crianças, 22 mil gestantes, 3 mil puérperas e 105 mil trabalhadores da saúde). A meta é de que a cobertura vacinal alcance 90%. Até esta quinta-feira (20/5), 143 mil moradores da cidade haviam procuraram os postos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade