Publicidade

Estado de Minas Cargas recuperadas

Grande quantidade de carne e pares de sapatos roubados são recuperados

Os roubos aconteceram em Vespasiano e em Luz, mas as cargas foram trazidas para Belo Horizonte


06/05/2021 16:44 - atualizado 06/05/2021 19:03

Caminhão com cagas de calçados, chinelos e sandálias estava estacionado no meio da rua(foto: PMMG/Divulgação)
Caminhão com cagas de calçados, chinelos e sandálias estava estacionado no meio da rua (foto: PMMG/Divulgação)

Dois grandes roubos de carga foram registrados, 2.500 quilos de carne, no Bairro Morro Alto, em Vespasiano, e 3.200 pares de calçados, na cidade de Luz, na manhã desta quinta-feira (6/5). Ambos os casos foram esclarecidos pela Polícia Militar, que conseguiu localizar não só os ladrões, como também recuperar os produtos roubados.

O roubo do carregamento de carne ocorreu no Bairro Morro Alto, em Vespasiano, quando um caminhão foi roubado antes de fazer uma entrega. Imediatamente, foi emitido um alerta na rede da PM. A carne roubada estava avaliada em R$ 70 mil.

 

Uma viatura localizou o caminhão, abandonado, no Bairro Cabana do Pai Tomaz, em BH. Ao mesmo tempo, policiais que faziam patrulhamento na Vila Paraíso estranharam um caminhão estacionado numa rua. Aproximaram-se e, para surpresa dos policiais, a carroceria estava com os 2.500 quilos de carne roubada.

 

O motorista do veículo foi preso. Ele alegou que tinha sido contratado para transportar a carga, no entanto, o argumento não convenceu os policiais, que deram voz de prisão ao caminhoneiro. O caso foi repassado à Polícia Civil, que tentará identificar e prender outros membros da quadrilha.

 

Roubo no interior

 

Na quarta-feira (5/5), policiais militares do 60º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais receberam informações sobre uma casa no Bairro Cidade Nova, onde estaria guardada a carga roubada no dia 1º de  maio, na BR-262, na cidade de Luz.

 

Imediatamente, os militares foram ao o local, conseguindo surpreender dois dos integrantes da quadrilha. Um deles, o proprietário do imóvel, e o outro chegava ao local de carro, sendo que este segundo, ao avistar a viatura policial, tentou fugir, mas acabou preso.

 

Numa revista na casa, os militares encontraram 1.750 sacos de chinelos e sandálias, 85 jogos de pratos, seis jogos de toalhas e 1.450 pares de calçados. Os presos, de 35 anos e 38 anos, foram presos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil. O material recuperado foi restituído ao proprietário. 

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade