Publicidade

Estado de Minas ACIDENTE

Viatura da PM se envolve em acidente; militares estariam atrás de suspeito

O acidente ocorreu após a viatura da Polícia Militar avançar uma placa de 'Pare' no cruzamento entre Avenida Francisco Salles com Carandaí, em BH


03/05/2021 09:56 - atualizado 03/05/2021 11:44

Acidente ocorreu no Bairro Funcionários, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Acidente ocorreu no Bairro Funcionários, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Um motorista de aplicativo acabou tendo seu carro atingido por uma viatura da Polícia Militar na manhã desta segunda-feira (3/5), na esquina da Avenida Francisco Salles com Carandaí, no Bairro Funcionários, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. 

Segundo informações dos policiais, a viatura perseguia um motociclista em fuga, com características de um suspeito de praticar diversos roubos na área central da capital mineira, quando avançou uma placa de ‘Pare’, no cruzamento entre as avenidas.
 
O motorista de aplicativo, Bruno Alves, de 32 anos, não conseguiu evitar a batida a tempo e teve a parte frontal de seu veículo parcialmente destruída. Uma das militares que estava dentro da viatura teve seu rosto machuacado após a colisão e foi socorrida no Hospital João XXIII, no Bairro Santa Efigênia.
 
A parte frontal do carro do motorista de aplicativo ficou destruída após o acidente(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
A parte frontal do carro do motorista de aplicativo ficou destruída após o acidente (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
“Estava vindo da Francisco Salles, perto da Avenida Contorno, quando deparei com a viatura que avançou a placa de pare e colidi nela. Disseram que estavam em perseguição policial, mas nenhuma das testemunhas viu nenhuma moto que eles se diziam estar perseguindo", informou o condutor do veículo ao Estado de Minas.
 
De acordo com boletim de ocorrência da PM, o motociclista recebeu uma ordem de parada dos policiais, que não foi obedecida. Ele fugiu em alta velocidade e ultrapassando sinais de trânsito em trajeto na Avenida do Contorno e a viatura começou a perseguição. 
 
Depois do acidente entre o veículo da polícia e o carro do motorista de aplicativo, o suspeito conseguiu fugir. Em meio a confusão, os militares não conseguiram registrar a placa da moto do fugitivo.
 
Bruno agora avalia os estragos em seu carro causados pelo acidente para dar continuidade ao seu trabalho. “Minha frente do carro está acabada. Sou motorista de aplicativo e tipo assim: 'lasquei-me' né? Tenho seguro graças a Deus, menos mal para amenizar os prejuízos."

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade