Publicidade

Estado de Minas APÓS SETE ANOS

Delegacia Virtual agiliza processo e 'poupa' R$ 10 milhões da verba pública

No aniversário de sete anos de implantação do sistema, Policia Civil realizou apresentou balanço dos benefícios que a delegacia trouxe para Minas Gerais


30/04/2021 10:25 - atualizado 30/04/2021 12:43

Delegacia Virtual já recebeu mais de 1,5 milhão de ocorrências em sete anos(foto: PCMG/Divulgação)
Delegacia Virtual já recebeu mais de 1,5 milhão de ocorrências em sete anos (foto: PCMG/Divulgação)
Na data em que a Delegacia Virtual completou sete anos de existência, a Polícia Civil realizou uma coletiva de imprensa, nesta sexta-feira (30/4), para destacar a importância deste avanço tecnológico e quais os benefícios que ele trouxe à segurança pública. Além de acelerar o andamento dos processos, um dos principais destaques foi a redução nos gastos públicos. 
 
Breno Azevedo de Carvalho, Delegado e Coordenador de Sistemas da Polícia Civil de Minas, afirmou que a Delegacia virtual se consolidou como uma ferramenta que afastou barreiras. "Por trazer o comodismo de fazer o registro de dentro de casa sem o deslocamento, e também sem a questão pessoal, como talvez uma vergonha, ou uma não aderência ao comparecimento de uma repartição pública”, destacou.
 
“A Delegacia Virtual está no ar desde 2014 e no início atendia somente as ocorrências de natureza de defesa social, como extravio de objetos e documentos, acidente de trânsito sem vítima, pessoa desaparecida e danos simples”, acrescenta Breno Azevedo. Agora, a realidade é completamente diferente.
 
Em seis anos, o número de registros cresceu consideravelmente e desde 2017 a delegacia virtual recebeu muitos registros de furto de todos os tipos e violencia contra mulher. Com isso, ampliaram os atendimentos para natureza criminal de furto, "visando a comodidade do cidadão".

Já no período de pandemia do COVID-19 a Delegacia Virtual está atendendo também as ocorrências de ameaça, lesão corporal e descumprimento de medida protetiva. 
 
Dados da pesquisa realizada pela PCMG mostram que cada ocorrência gera um custo de mais de R$20 para o estado, por ter gastos com o deslocamento até a delegacia e também com perdas de horas de trabalho. Com os sete anos da delegacia virtual, de acordo com os delegados houve uma economia de aproximadamente R$10 milhões tanto para o estado quanto para o cidadão.
 
Breno Azevedo ressalta que a ocorrência feita pela Delegacia Virtual, tem o mesmo valor jurídico do registro feito presencialmente.
 
O delegado Álvaro Homero Huertas dos Santos, Coordenador de operações da Polícia Civil, informou que nos sete anos da Delegacia virtual, eles tiveram mais de 1,5 milhão de registros de ocorrências criminais. Para ele, estes números mostram a efetividade e importância deste sistema para a atuação policial e para a aproximação da Polícia Civil com a população.
 
Álvaro dos Santos destaca três pontos positivos desse novo sistema: "a facilidade de registrar as ocorrências, que podem ser feitas tanto pelo celular quanto pelo computador, a perda de deslocamento da pessoa, que não tem que ir até a delegacia para fazer o registro, a liberação dos policiais para poderem realizar as investigações com mais rapidez".
 
Representante da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher em Belo Horizonte, a delegada Luisa de Oliveira Drumond ressaltou que o sistema virtual tem grande importância no combate a violência doméstica contra a mulher, principalmente no atual momento em que a recomendação é o isolamento social, já que a vítima consegue denunciar sem ter que se deslocar de casa, "para que ela sinta o acolhimento, o amparo estatal".
 
“Através da Delegacia Virtual é possível denunciar, solicitar medidas protetivas e informar caso aconteça o descumprimento da medida. É importante lembrar também que a vergonha e o medo são os principais motivos que as mulheres deixam de realizar a denúncia”, acrescenta a delegada.
 

*Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade