Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Após furto, ladrão joga doses de vacina em lote vago em Montes Claros

Foram furtadas 319 doses da CoronaVac em Montes Claros. Suspeito foi preso e imunizantes foram recuperados


19/04/2021 18:09 - atualizado 19/04/2021 20:53

Vacina CoronaVac é furtada e recuperada em Montes Claros(foto: Policias Militar/divulgação)
Vacina CoronaVac é furtada e recuperada em Montes Claros (foto: Policias Militar/divulgação)
Não foram apenas 29 doses da vacina contra a COVID-19 que foram furtadas do posto de saúde do Bairro Independência em Montes Claros. O criminoso, na verdade, levou 319 doses, mas 290 doses foram “devolvidas” à unidade de saúde pelo ladrão. O furto dos imunizantes aconteceu na madrugada de domingo (18/4). O suspeito foi preso pela Policia Militar nesta segunda-feira (19/4).

Leia:
 Montes Claros reabre comércio não essencial e bares, nesta segunda (12/4)


De acordo com a PM, ele confessou o crime, que será investigado pela Polícia Federal, tendo em vista que as vacinas foram compradas  enviadas  ao município pelo governo federal.

Os detalhes do caso foram revelados pela Polícia Militar, em entrevista coletiva, na sede da 11ª Região Integrada de Segurança Pública (RISP), em Montes Claros (Norte de Minas), na tarde desta segunda-feira.
De acordo com o tenente Rafael Rabelo  Versiane, da Assessoria de Comunicação da 11ª  Companhia Independente de Policiamento Especializado da PM, as doses de vacina (CoronaVac) foram furtadas por um homem de 30 anos, que  possui várias passagens pelos meios policiais, por furto, roubo, tráfico de drogas, ameaça e lesão corporal.

Segundo o policial, o suspeito levou para a casa  319 doses do imunizante, divididas da seguinte forma:  29 ampolas com 10 doses cada (290 doses) e outros 29 frascos com monodoses (29 doses).  O homem mora no Bairro Independência, onde tentou vender as vacinas, a preço de R$ 350 a dose (o que ainda será objeto de investigação pela Polícia Federal). 

Como não conseguiu encontrar comprador, ainda na manhã de domingo, ele voltou ao posto de saúde, onde colocou as 29 ampolas (290 doses) na geladeira da unidade, de onde tinha retirado os imunizantes. Ainda conforme a Policia Militar, o suspeitou jogou as outras 29 doses de  vacina em um lote vago perto do posto de saúde, onde foram recuperadas pela própria PM nesta segunda-feira.

Outra revelação da PM é que o suspeito estava fazendo um tratamento dentário no posto de saúde do Bairro Independência. A partir daí, viu onde eram guardadas as vacinas, percebendo a “facilidade” para o furto. 

Nesta segunda-feira, a secretária municipal de Saúde de Montes Claros, Dulce Pimenta, disse que a prefeitura vai reforçar as medidas de segurança das vacinas nas unidades de saúde do município. Ela informou que, assim como as 29 doses encontradas no lote vago, as 290 doses da CoronaVac que foram levadas de volta para posto de saúde após o furto serão devolvidas para a Secretaria de Saúde e para a o Ministério da Saúde para serem submetidas a testagem, tendo em vista que não se sabe quanto tempo as vacinas ficaram fora da geladeira e se tiveram a eficácia comprometida. 

Dulce Pimenta garantiu que, apesar do fato, não haverá mudança no ritmo da vacinação contra a COVID-19 na cidade. De acordo com o vacinômetro da Secretaria de Estado de Saúde, Montes Claros já recebeu 89.968 doses de vacina contra COVID-19.

Até agora, segundo os dados da secretaria, 44.445 pessoas já receberam a aplicação da primeira dose. E 13.864 receberam também a segunda dose do imunizante.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade