Publicidade

Estado de Minas BELO HORIZONTE

Homem reage a assalto, atira três vezes em ladrão e impede roubo

Assaltante foi encaminhado ao hospital; posse de arma do morador do Bairro Lindeia, em BH, é legal, segundo PM


07/04/2021 06:44 - atualizado 07/04/2021 09:32

Homem baleado foi encaminhado para o Hospital Pronto-Socorro João XXIII, no Centro de BH(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Homem baleado foi encaminhado para o Hospital Pronto-Socorro João XXIII, no Centro de BH (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Um homem de 27 anos foi atingido por disparos de arma de fogo durante uma tentativa de roubo a uma casa na noite dessa terça-feira (06/4) na Região do Barreiro, em Belo Horizonte.

O assaltante precisou de atendimento médico e foi encaminhado primeiramente à Unidade de Pronto Atendimento (Upa) da mesma região, para depois ser levado ao Hospital Pronto-Socorro João XXIII, no Centro da capital mineira, onde foi internado.

O caso ocorreu no Bairro Lindeia. Segundo Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, um homem, de 29 anos, estava em casa com um amigo e foi abrir o portão para o colega ir embora.

Neste momento, um homem que estava na rua se aproximou da porta da residência supostamente para pedir um cigarro. Entretanto, logo na sequência ele mostrou uma arma e anunciou o assalto.

Segundo relato das testemunhas que constam em BO, o morador da casa, que estava na garagem, percebeu a situação, sacou uma arma de fogo e deu três disparos no assaltante, que, ferido, caiu no chão. Logo na sequência, a PM foi acionada.

A PM chegou ao local e constatou que o assaltante tinha uma réplica de arma de fogo e que o autor dos disparos tinha a arma de forma legal, com direito à posse. Mesmo assim, a pistola e as munições de calibre 9mm foram apreendidas pelos policiais.

A perícia também esteve no local, junto com os profissionais da saúde, que realizaram atendimento e encaminhamento aos centros de saúde. O assaltante relatou à polícia que mora em um posto desativado e que queria “meter a fita”, nas palavras do ferido, para “cheirar um pó (cocaína)”, também de acordo com ele.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade