Publicidade

Estado de Minas PLANO DE CONTINGÊNCIA

COVID: para abrir novos leitos, hospital de Uberaba transfere 28 pacientes

No município, a taxa de ocupação dos leitos particulares de UTI/COVID está muito perto do limite


05/03/2021 10:58 - atualizado 05/03/2021 11:18

Atual boletim epidemiológico de Uberaba, divulgado na noite desta quinta-feira (4/3)(foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
Atual boletim epidemiológico de Uberaba, divulgado na noite desta quinta-feira (4/3) (foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Uberaba iniciou na manhã desta sexta-feira (5/3) a transferência de pacientes não COVID do Hospital Universitário Mário Palmério (particular) para outras unidades hospitalares. Quando as transferências estiverem concluídas, o Mário Palmério vai disponibilizar mais 28 leitos de enfermaria para pacientes com a COVID-19. 

 
 
Além disso, de acordo com a Secretaria de Saúde de Uberaba, os leitos de clínica médica (enfermaria) do Hospital Regional José Alencar passaram de 77 para 103, bem como outros três leitos foram abertos na rede privada, segundo informações desta sexta-feira (5/3) divulgadas no Boletim Diário da COVID, em Uberaba. Atualmente, a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria/COVID da rede privada está em 72% e da rede pública, em 64%. 
 
Já a taxa de ocupação dos leitos particulares de UTI/COVID, que no último final de semana chegou aos 100% no município, neste momento registra 94%, segundo o último boletim epidemiológico, divulgado na noite desta quinta-feira (04/03).
 
“Em uma semana queremos levantar 100 leitos de enfermaria e alguns de UTI, dentro do nosso plano de contingência. Ultimamente, esta questão de leitos na cidade está me absorvendo, consideravelmente”, declarou o secretário de Saúde, Sétimo Boscolo, em entrevista à Rádio JM, na manhã desta sexta-feira (5/3)
 
O Plano de Contingência de Enfrentamento à COVID-19, segundo informações da Secretaria de Saúde de Uberaba, está ativado, neste momento, em sua fase cinco. O Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) será a primeira unidade hospitalar a receber os pacientes não COVID
 
Segundo informações de Cristina Strama, que atua na equipe de apoio do gabinete para as questões de regulação, a Secretaria Municipal de Saúde, dentro deste Plano de Contingência, está alinhando a transferências de outros pacientes não COVID para outras unidades hospitalares, como, por exemplo, para o Hospital Hélio Angotti.
 
Secretário de Saúde da cidade, Sétimo Bóscolo explicou que o Hospital Universitário Mário Palmério é o hospital de retaguarda 1 do Plano de Contingência e, desde a semana passada, ele e sua equipe estão trabalhando para ativar o plano, que precisa de uma preparação prévia junto às unidades hospitalares. 
 
“Nos reunimos com os hospitais, informamos as necessidades e o processo está em andamento. Para segurança do HC, os pacientes estão sendo testados antes da transferência”, concluiu.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade