Publicidade

Estado de Minas

Polícias de MG, RJ, SP e PR combatem o roubo de combustível

Em Minas gerais, operação se concentrou em Uberaba


02/03/2021 20:42 - atualizado 02/03/2021 20:51

Em Uberaba, foram apreendidos materiais para serem investigados(foto: PCMG/Divulgação)
Em Uberaba, foram apreendidos materiais para serem investigados (foto: PCMG/Divulgação)
As polícias civis de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná, realizaram, nesta terça-feira (2/3), junto com o Ministério Público e o Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), na cidade de Uberaba, no Triângulo Mineiro, parte da operação Porto Negro, que teve como objetivo o combate a uma organização criminosa especializada em furtos de petróleo cometidos diretamente de ductos de uma empresa do ramo petrolífero, que teria causado um prejuízo de cerca de R$ 2 milhões.

Dentro da operação em território mineiro, foram cumpridos cinco mandados de prisão e 14 de busca e apreensão contra o referido grupo criminoso. Em Uberaba, foram apreendidos materiais para serem investigados.

Segundo informações da Polícia Civil, a quadrilha furtava ductos na região do Triângulo Mineiro. As investigações tiveram início há seis meses, quando foram detectadas perfurações em ductos no interior do estado fluminense.

A polícia identificou perfurações do mesmo grupo criminoso em outras cidades. Em um dos locais, no estado do Rio de Janeiro, os suspeitos chegaram a construir um túnel subterrâneo para acesso ao duto, com o aluguel de uma retroescavadeira para abertura de uma via de acesso para que caminhões-tanque retirassem petróleo do local. Foram cumpridos, também, mandados, além do Rio de Janeiro, em São Paulo e no Paraná.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade