Publicidade

Estado de Minas LESTE DE MINAS

COVID-19: Ipatinga inclui professores no grupo prioritário de vacinação

Vereadores de Ipatinga aprovaram nesta terça (23/2), projeto que prioriza os profissionais de educação com comorbidades graves na vacinação contra COVID-19


23/02/2021 18:32 - atualizado 23/02/2021 19:45

Escolas de Ipatinga retomaram as aulas em sistema semipresencial sessa segunda-feira (22/02)(foto: Divulgação/ PMI)
Escolas de Ipatinga retomaram as aulas em sistema semipresencial sessa segunda-feira (22/02) (foto: Divulgação/ PMI)
Profissionais de educação de Ipatinga, com comorbidades graves, poderão receber em breve a vacina contra a COVID-19. A Câmara Municipal de Ipatinga autorizou o governo municipal a incluir esse grupo entre aqueles que têm preferência no recebimento da imunização.

O Projeto de Lei (PL) 18/2021) que estabelece esse direito, foi aprovado em primeira votação, na segunda-feira (22/2), em reunião ordinária, no plenário do Legislativo. Nesta terça-feira (23/2), os vereadores aprovaram o texto final, em segunda votação.


Os dois vereadores disseram que a medida foi necessária e urgente e que esses servidores corriam os risco de ficar desprotegidos. Os parlamentares citaram o exemplo de Belo Horizonte, onde a administração pública incluiu a categoria entre os grupos prioritários. 

“Para nós, é muito importante a aprovação desse projeto de lei na Câmara, uma vez que a Prefeitura de Ipatinga vem tomando todos os cuidados para que as aulas no município sejam retomadas gradativamente com o máximo de segurança, conforme calendário e sistema aprovado também pelo Conselho Municipal de Educação", disse o prefeito de Ipatinga, Gustavo Nunes (PSL), ao receber a notícia da aprovação do projeto.

O prefeito explicou que a vacinação dos professores vai fortalecer ainda mais as medidas preventivas já adotadas. "Em um primeiro momento, serão imunizados aqueles que possuem comorbidades, mas esperamos que em um curto espaço de tempo todos sejam vacinados”, disse o prefeito.

O texto aprovado enumerou as seguintes comorbidades: diabetes mellitus, hipertensão arterial grave, asma, anemia falciforme, câncer, obesidade grave, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e indivíduos transplantados de órgãos sólidos.   


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade