Publicidade

Estado de Minas VACINA

Betim imuniza os primeiros trabalhadores da saúde contra a COVID-19

No estacionamento do Cecovid 4, foi realizada a vacinação de 10 trabalhadores da saúde; enfermeira do SUS, Eliete Pereira dos Santos, recebeu a primeira dose


19/01/2021 17:52 - atualizado 19/01/2021 19:07

Eliete Pereira dos santos perdeu o pai a menos de 30 dias para a COVID-19. Ela foi a primeira pessoa a ser vacinada em Betim.(foto: Prefeitura Betim/Divulgação)
Eliete Pereira dos santos perdeu o pai a menos de 30 dias para a COVID-19. Ela foi a primeira pessoa a ser vacinada em Betim. (foto: Prefeitura Betim/Divulgação)
A enfermeira Eliete Pereira dos Santos, de 57 anos, é servidora pública do SUS-Betim há 25 anos. Mesmo tendo comorbidades – é cardiopata –, participa ativamente no enfrentamento à COVID-19 no município e atua nas ações de promoção à saúde, como imunização e enfrentamento à dengue, realizadas pela Diretoria de Vigilância em Saúde. Elite perdeu o seu pai há menos de 30 dias, vítima do novo coronavírus. Infelizmente ele não teve a mesma sorte que ela, que foi a primeira trabalhadora a receber a dose da CoronaVac em Betim. 
 
Este ato simbólico marcou o início da vacinação contra a COVID-19 na cidade e ocorreu no estacionamento do Centro de Cuidados Intensivos (Cecovid4), onde foi realizado a imunização de dez trabalhadores da Saúde. 
 
A Prefeitura de Betim recebeu, nesta terça-feira (19/01), o primeiro lote com 5.160 doses da CoronaVac e os primeiros do grupo prioritário serão os trabalhadores da saúde em serviço, para garantir a manutenção da força de trabalho dos atendimentos na linha de frente contra a pandemia. 
 
A partir da quarta-feira (20/01) os demais profissionais começam a ser vacinados. Nas duas unidades do Cecovid Betim, 100% dos profissionais serão imunizados. Já nas outras unidades da rede de saúde pública e da rede privada, 30% dos trabalhadores serão contemplados com as doses do primeiro lote. 
 
A imunização da população será realizada de forma gradativa, conforme as doses forem sendo entregues ao município pelo Estado. Os primeiros grupos a serem vacinados serão os profissionais de saúde, seguido dos idosos e profissionais de Instituições de Longa Permanência (ILPIs) e os idosos acima de 60 anos que estão restritos às residências por dificuldade de locomoção e por serem acamados. 
 
A vacina é a CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, que está sendo distribuída pelo Ministério da Saúde. Para a imunização serão necessárias duas doses em um intervalo de 2 a 4 semanas entre elas. 
 
A Prefeitura de Betim reforça que as vacinas ainda não estarão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde e pede à população que aguarde, respeitando a ordem dos grupos prioritários, e que não busque as UBS´s para tomar a vacina. 
 
Betim possui oito Instituições de Longa Permanência, 3 conveniadas e 5 particulares, com aproximadamente 181 idosos institucionalizados e cerca de 135 profissionais. De acordo com o levantamento da secretaria municipal de Saúde, o município tem uma população de cerca de 52.339 idosos, sendo 12.399 acima de 75 anos e 39.940 entre 60 e 74 anos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade