Publicidade

Estado de Minas TRAGÉDIA

Menino de 3 anos se afoga e morre em piscina de vizinho no Sul de Minas

A criança desapareceu da casa dos pais, na zona rural, e foi encontrada cerca de duas horas depois dentro da piscina do sítio. Não havia ninguém na casa


15/01/2021 13:14 - atualizado 15/01/2021 13:43

Pedro Henrique deixa pais e uma irmã de 6 anos.(foto: Foto enviada pelo avô do menino, Mauro Martins, à nossa redação)
Pedro Henrique deixa pais e uma irmã de 6 anos. (foto: Foto enviada pelo avô do menino, Mauro Martins, à nossa redação)
Tragédia em Turvolândia, no Sul de Minas, região de Pouso Alegre. Depois de desaparecer da casa dos pais, um menino de 3 anos foi encontrado afogado em piscina de propriedade vizinha. O fato ocorreu na tarde desta quinta-feira (14/01), no Bairro Melica, zona rural do município.

 

Segundo o avô da criança, Mauro Martins Domingues, o neto, Pedro Henrique, estava na varanda da casa com a mãe, Fernanda, de 23 anos, enquanto o pai estava no curral tirando leite. A dona de casa foi ao banheiro e, ao retornar, não viu mais o filho por perto.

 

Imediatamente, Fernanda começou a procurar por Pedro Henrique. Primeiro, verificou nos fundos da casa onde a criança costumava brincar. Em seguida, foi até próximo ao rio e não avistou o menino. Desesperada, a dona de casa ligou para o avô, chamou o marido e os vizinhos para iniciar as buscar com a ajuda de mais pessoas. A Polícia Militar também foi acionada.

 

Toda a área próxima ao sítio da família foi vasculhada, até que um amigo da família encontrou Pedro Henrique caído dentro da piscina de uma propriedade vizinha, a cerca de 500 metros da casa dos pais.

 

De acordo com o avô do menino, o imóvel onde o neto se afogou é usado apenas nos fins de semana pelos proprietários e não havia pessoas no local nesta quinta-feira. A piscina estava descoberta. O imóvel é fechado com cerca de arame, que não evitou que a criança entrasse.

 

“Minha filha e meu genro nem sabiam que existia piscina no local. É uma tragédia que vamos levar para o resto de nossas vidas”, lamento a avô.

 

A Polícia Militar informou que os policiais compareceram ao bairro Melica, onde durante o rastreamento receberam informação de que a criança havia sido vítima de afogamento, em uma piscina no sítio (próximo à fazenda). A Perícia Técnica da Polícia Civil foi acionada para realizar os trabalhos de praxe. Um inquérito será aberto para investigar o caso.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade