Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Confira os horários de funcionamento de shoppings, feiras e lojas em BH

Kalil ampliou horário do comércio de BH a pedido da CDL. Medida foi anunciada em coletiva de imprensa neta sexta-feira (18/12)


18/12/2020 16:04 - atualizado 18/12/2020 17:50

(foto: Leandro Couri/EM/DA.Press)
(foto: Leandro Couri/EM/DA.Press)
O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciou nesta sexta-feira, dia 18/12, que irá autorizar a ampliação do horário de funcionamento do comércio em duas horas durante a semana e aos sábados. O objetivo é diluir a concentração de consumidores e aumentar o distanciamento social.

“Isso não é porque a situação está boa, isso é uma medida técnica para evitar aglomerações. Que fique muito claro que essa abertura de horário é justamente ao contrário: é porque os números estão estáveis, mas elevados... Então que fique claro: isso não é para passear na rua, é para um não chegar perto do outro e ficar cada vez mais distantes”, afirmou Alexandre Kalil. O prefeito ainda pediu atenção e cuidado da população neste final de ano e ressaltou que a administração está fazendo todo o esforço para que a cidade não seja fechada.

Com a medida, as lojas de rua e as instaladas em galerias de lojas e centros de comércio poderão abrir de segunda a sábado, entre 9h e 20h (a regra atual é das 10h às 19h nos dias da semana e, aos sábados, das 9h às 18h). Já os shopping centers poderão funcionar de segunda a sábado, entre 10h e 21h (hoje, o horário permitido é entre 12h e 21h).

Confira os novos horários:


Comércio varejista não contemplado na fase de controle

Segunda-feira a sábado, entre 9h e 20h

Comércio atacadista da cadeia de atividades do comércio varejista autorizada a funcionar, exceto comércio atacadista de recicláveis

Segunda-feira a sábado, entre 8h e 18h

Atividades autorizadas em funcionamento no interior de galerias de lojas e centros de comércio
Segunda-feira a sábado, entre 9h e 20h

Atividades autorizadas em funcionamento no interior de shopping centers

Segunda-feira a sábado, entre 10h e 21h Domingo, somente para retirada de produtos no estacionamento, em formato drive-thru, sem restrição de horário

Os novos horários já poderão ser praticados a partir deste sábado, dia 19/12, data em que o decreto autorizando a ampliação será publicado no Diário Oficial do Município. Não haverá data limite e, por isso, esses horários valerão para além dos períodos natalinos e de ano-novo, até que eventualmente sejam revistos, se necessário. Continua valendo a permissão para o funcionamento excepcional do comércio neste domingo, dia 20/12 - já com a nova faixa de horário prevista para o sábado -, conforme Decreto 17.475.

Vale lembrar que as atividades essenciais da fase de controle mantém os seus horários limites próprios de funcionamento, que independem de onde elas estejam instaladas.

Feiras


A Prefeitura de Belo Horizonte esclarece que as seguintes feiras em logradouro estão autorizadas a funcionar:

- Feira de Artesanato da Avenida Afonso Pena (domingo, das 8h às 14h)
- Feira Sagrada Família (domingo, das 10h às 16h)
- Feira do Comendador Negrão de Lima (sexta-feira, das 18h às 22h)
- Feira da Praça Duque de Caxias (domingo, das 8h às 14h)
- Feira do São Gabriel (sábado, das 8h às 16h)
- Feira do Jaraguá (sexta-feira, das 18h às 22h)
- Feira do Buritis (sábado, das 8h às 15h)
- Feira de Artes, Artesanato e Produtores de Variedades (domingo, das 8h às 14h)
- Feira Tom Jobim - Antiguidades e Comidas e Bebidas Típicas (sábado, das 8h às 18h)
- Feira de Plantas e Flores Naturais (sexta-feira, das 8h às 18h)
- Feira na Praça Diogo de Vasconcelos (sábado, das 9h às 17h)

De acordo com o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, André Reis, esse período é um dos mais importantes para o comércio e, por isso, uma análise minuciosa sobre o atual cenário da pandemia foi feita pelo comitê  para definir os rumos da reabertura na capital. “Tomamos essa medida baseados na capacidade assistencial do Município e, principalmente, acreditando no comprometimento da população e dos lojistas em relação a todos os protocolos. Por isso, pedimos que as pessoas planejem seu roteiro de compras e fiquem o mínimo possível nas ruas. E, mais uma vez, que continuem usando as máscaras corretamente, álcool 70% para higienizar as mãos e que mantenham o distanciamento. Essas medidas são fundamentais para contermos a disseminação do vírus”, explica.

O secretário destaca que o risco de contágio ainda é elevado, e a pandemia está em aceleração no município, impactando significativamente no volume de internações de pacientes contaminados pelo coronavírus.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade