Publicidade

Estado de Minas RESGATE

Policial salta no Rio das Velhas e salva mulher na BR-381, em Santa Luzia

Essa não foi a primeira vez que o militar enfrentou tal situação. Na primeira, no entanto, a vítima morreu


27/11/2020 13:45 - atualizado 27/11/2020 14:15

 

(foto: PMMG/Divulgação)
(foto: PMMG/Divulgação)
Como definir um herói? Muitas vezes ele é uma pessoa comum, desconhecida, mas que está pronto para ajudar alguém que sequer conhece. Esse é o caso do cabo William Lima Ramos, do 35º BPM, em Santa Luzia, que com a ajuda de dois outros integrantes de sua viatura, o sargento Daniel Medeiros da Silva e o cabo Carlos Roberto da Silva, que amarraram nele uma corda, salvaram uma mulher, de 39 anos, de se matar. Ela saltou no Rio das Velhas, de cima da Ponte Velha, que fica na BR-381.

O sargento Medeiros conta que eles foram acionados logo depois de o serviço 190 do 35º BPM ter recebido um chamado de emergência, dando conta de que uma mulher teria saltado da Ponte Velha. Eles correram para o local, e lá chegando, avistaram a mulher ainda na lâmina d’água.

 


Os bombeiros correram para a margem e o cabo Ramos pediu que o amarrassem. Assim foi feito. Uma corda longa foi amarrada em sua cintura e o cabo nadou em direção à mulher. Pouco tempo depois, ele a alcançou e, com a mulher, foram puxados até a margem.

Satisfação

Para o cabo Ramos, um momento especial em sua vida. “Minha satisfação é enorme. Poder salvar uma vida é gratificante. Sinto que meu objetivo, de enfrentar qualquer dificuldade para salvar uma vida, foi alcançado. Esse é um lema da Polícia Militar também. Enfrentar qualquer tipo de perigo para salvar uma vida.”

Essa não foi a primeira vez que um fato como esse aconteceu com o cabo Ramos. Da primeira vez, no entanto, o final foi triste. "Foi aqui mesmo no Rio das velhas. Uma mulher saltou na água. Quando cheguei, ela já estava submersa. Mesmo assim, pulei na água e consegui retirá-la. Ainda apresentava sinais vitais. Tentamos a ressuscitação, mas ela não resistiu e morreu. Muito triste."

O sargento Medeiros contou que o cabo Ramos é preparado para situações como essa. "Ele tem treinamento em natação e em salvamento dentro d'água. É importante estarmos preparados. Não houve uma escolha, aqui, sobre quem iria tentar o resgate. Ele já foi logo dizendo que era para amarrar a corda nele, que iria saltar na água."

 

Logo depois do resgate, a mulher e o cabo foram levados para o Hospital São João de Deus, em Santa Luzia. “O grande problema, nesse caso, seria uma contaminação ou infecção, pois o rio recebe grande quantidade de rejeitos e de esgoto”, diz o sargento.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade