Publicidade

Estado de Minas CRIME

'Esbarrão' motivou homicídio de jovem em Santa Bárbara

Presos no Paraná, suspeitos da morte de Alessio Henrique de Souza aguardam transferência. Crime ocorreu no último dia 14


25/11/2020 14:46 - atualizado 25/11/2020 15:29

Três suspeitos foram presos no Paraná pela morte de Alessio Henrique de Souza, em um crime que ocorreu em Santa Bárbara, após briga em baile funk. Em coletiva, delegado contou que a motivação foi um %u201Cesbarrão%u201D da vítima em namorada do autor.(foto: Polícia Civil/Divulgação)
Três suspeitos foram presos no Paraná pela morte de Alessio Henrique de Souza, em um crime que ocorreu em Santa Bárbara, após briga em baile funk. Em coletiva, delegado contou que a motivação foi um %u201Cesbarrão%u201D da vítima em namorada do autor. (foto: Polícia Civil/Divulgação)
As Polícias Civis de Minas Gerais e do Paraná agiram em conjunto e prenderam, em Piraquara (PR), três suspeitos do homicídio de Alessio Henrique de Souza, 20 anos, fato que ocorreu no dia 14 de novembro, em Santa Bárbara, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

Em coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (25) o delegado regional Helton Cota deu detalhes sobre a investigação, que segue em andamento. Os três suspeitos ainda estão no Paraná aguardando a transferência para a regional de Itabira. 
 
Segundo o delegado, os três acusados ainda não foram transferidos porque a Polícia Civil está estudando a melhor forma de fazê-lo. Eles foram presos em uma atitude que o delegado considerou como “tentativa de fuga”.

“Juntamente com a polícia do Paraná, nós localizamos esses autores ,que claramente estavam evadindo da responsabilização de suas ações. Eles estavam escondidos em Piraquara, no interior do Paraná. Um deles até havia cortado o cabelo.” Helton Cota acredita que em cerca de 30 dias o inquérito seja concluído, remetendo os autos à Justiça.
 
O crime aconteceu depois que o rapaz se envolveu em uma briga, em um baile funk e o corpo foi encontrado dois dias depois, boiando em uma lagoa, na Fazenda Santa Quitéria, em Santa Bárbara. “Nós entendemos e compreendemos a comoção social que tomou conta da cidade de Santa Bárbara na última semana. O Alessio era um jovem bastante querido pela comunidade”, disse o delegado. 

“A causa da morte foi o afogamento. Esses três autores foram, até então, os únicos que participaram da morte. A motivação docrime foi o fato de a vítima ter esbarrado na namorada de um desses indivíduos", disse o delegado. "Inclusive, isso gerou uma briga no local dos fatos, o que foi constatado pelo circuito de monitoramente interno.”
 

Entenda o caso

Alessio Henrique Pereira ficou desaparecido após participar de um baile funk na Prainha, em Santa Bárbara, no dia 14 de novembro de 2020. Nessa festa, ele teria se envolvido em uma briga, e imagens do circuito interno mostraram o jovem sendo espancado por um grupo.

Após a confusão, ele foi retirado do local. O corpo foi encontrado dois dias depois, boiando em uma represa localizada na Fazendo Potreiro, no Bairro Santa Quitéria, em Santa Bárbara.  
 
A Polícia Militar chegou a prender quatro jovens e apreender uma adolescente, suspeitos de envolvimento no homicídio. Após serem ouvidos pela Polícia Civil, no dia em que o corpo do rapaz foi encontrado, os suspeitos foram liberados. Em 19 de novembro, família e amigos de Alessio fizeram manifestação em frente à Delegacia de Polícia Civil da cidade, cobrando rigor nas investigações.
 
Na ocasião, os suspeitos se apresentaram espontaneamente para serem ouvidos pela polícia e não foram presos. O delegado colheu o depoimento de todos, que confirmaram a existência da briga, mas negaram participação no homicídio.

As investigações continuaram até que a Polícia Civil tivesse provas técnicas que apontasse os autores e efetuasse a prisão de três suspeitos, na terça-feira (24) em Piraquara, no Paraná. 



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade