Publicidade

Estado de Minas TRADIÇÃO

Natal: BH terá roteiro de luzes para evitar aglomeração

Governo do estado finaliza projeto de iluminação para ser visto durante caminhada, com início na Praça da Estação até circundar a Praça da Liberdade


25/11/2020 06:00 - atualizado 25/11/2020 14:59

Decoração natalina na Praça da Liberdade em 2019: neste ano, enfeites serão distribuídos por percurso com início na Praça da Estação para fazer com que o público se movimente(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press- 11/12/19)
Decoração natalina na Praça da Liberdade em 2019: neste ano, enfeites serão distribuídos por percurso com início na Praça da Estação para fazer com que o público se movimente (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press- 11/12/19)


Não será por falta de árvore de Natal que os belo-horizontinos e visitantes da capital vão deixar de curtir a temporada mais festiva e longa do ano, com término em 6 de janeiro. Como o tradicional pinheiro é visto pelas autoridades como maior ponto de aglomeração, portanto fator de alto risco em tempos da pandemia do novo coronavírus, o governo de Minas vai criar uma rota para tirar a concentração de público da Praça da Liberdade, na Região Centro-Sul de BH.

O Estado de Minas apurou que a ideia é criar um percurso permitindo que as pessoas, de preferência a pé, possam fazer o passeio. Ou de carro, dependendo da situação. O projeto, batizado Luzes da Liberdade, se encontra em fase final de formatação e está sendo discutido com a prefeitura. A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL) patrocinam a iniciativa.
 
O percurso começará na Praça Rui Barbosa (Praça da Estação), passando pela Rua da Bahia, depois Bairro Floresta até circundar a Praça da Liberdade. O foco da iluminação de Natal será nos 300 anos de Minas Gerais, ou seja, na comemoração da criação, em 1720, da Capitania de Minas, que significou a delimitação do território, a organização administrativa e as questões jurídicas.
 
Para 2020, estava prevista uma grande celebração do tricentenário de Minas, com conferências, exposições, debates e outros eventos, mas a programação foi barrada pela pandemia. Dessa forma, uma das propostas para o Luzes da Liberdade é envolver a população nessa comemoração que, desde março, se tornou virtual. Desta vez, deverá haver projeção de vídeos e fotos ao longo do roteiro.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade