Publicidade

Estado de Minas TEMPORAL

Prefeito de Alfenas decreta estado de emergência após chuva forte na cidade

Estrutura metálica de um posto foi arrancada pela força do vento; prefeito gravou um vídeo do bairro Santa Clara, um dos locais atingidos pela chuva com casas destelhadas e famílias desabrigadas


17/11/2020 15:26 - atualizado 17/11/2020 15:51

Força do vento arrancou a estrutura metálica do posto de combustíveis(foto: Facebook/Reprodução)
Força do vento arrancou a estrutura metálica do posto de combustíveis (foto: Facebook/Reprodução)
O prefeito de Alfenas, no Sul de Minas, decretou estado de emergência após forte chuva na tarde desta terça-feira (17). Luiz Antônio da Silva (PT) gravou um vídeo do Bairro Santa Clara, um dos locais atingidos. A cidade registrou casas destelhadas, famílias desabrigadas e a prefeitura contabiliza os prejuízos.

 

Prefeito grava vídeo ao lado do secretário de Ação Social do município(foto: Facebook/Reprodução)
Prefeito grava vídeo ao lado do secretário de Ação Social do município (foto: Facebook/Reprodução)
O prefeito, ao lado do secretário de Ação Social do município fez uma declaração. “Estamos decretando estado de emergência pela chuva que atingiu nossa cidade. Casas destelhadas e famílias desabrigadas. Graças a Deus não tivemos feridos. Não vamos deixar ninguém ao relento e ninguém sofrer. O prejuízo que as famílias tiveram, nós vamos ajudar. Vamos socorrer as famílias”, diz prefeito Luizinho.

 

Segundo os moradores, a chuva foi rápida, mas a força do vento causou estragos e ainda choveu granizo em alguns pontos da cidade. A prefeitura ainda contabiliza os prejuízos.

 

Prefeitura contabiliza os prejuízos (foto: Facebook/Reprodução)
Prefeitura contabiliza os prejuízos (foto: Facebook/Reprodução)
O telhado de um posto de combustíveis desabou no Bairro Pinheirinho. O vento forte derrubou a estrutura do estabelecimento. Segundo o Corpo de Bombeiros, diversas árvores caíram na cidade e vidros de uma concessionária se soltaram. Além disso, ruas ficaram alagadas.

Machado

Estragos também foram registrados em Machado. De acordo com a Polícia Militar, a chuva forte durou cerca de 40 minutos e choveu granizo em alguns pontos da cidade. Até o momento, os militares registraram árvores caíram, mas sem ocorrências graves, como feridos e famílias desabrigadas ou desalojadas. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade