Publicidade

Estado de Minas ESTABILIDADE

COVID-19: Sete Lagoas não registra novos óbitos há duas semanas

Cidade da Região Metropolitana é a segunda com menos mortes dentre os municípios com população entre 200 mil e 300 mil habitantes


03/11/2020 15:17 - atualizado 03/11/2020 15:31

No Hospital Municipal há seis pacientes internados por COVID-19, sendo cinco em leitos de UTI(foto: Google Street View/Reprodução)
No Hospital Municipal há seis pacientes internados por COVID-19, sendo cinco em leitos de UTI (foto: Google Street View/Reprodução)
Há duas semanas que Sete Lagoas, cidade localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, não registra óbitos em decorrência da COVID-19. A última morte confirmada foi em 21 de outubro. Com isso, o município estacionou nos 61 óbitos.


Enquanto a cidade vive um momento de estabilidade nas mortes, municípios vizinhos ainda continuam registrando óbitos por COVID-19. Nos últimos 15 dias, por exemplo, Contagem contabilizou 16 mortes, Pará de Minas, quatro, e Ribeirão das Neves, três mortes.

Comparando com os 61 municípios brasileiros entre 200 mil e 300 mil habitantes listados na plataforma covid.saude.gov.br, Sete Lagoas se mantém como o sexto município brasileiro com menos casos de COVID-19 e o segundo com menos óbitos. Os dados foram atualizados no início da noite desta segunda-feira (2).

De acordo com o boletim epidemiológico municipal divulgado nesta terça-feira (3), Sete Lagoas tem hoje 286 pessoas em monitoramento. Os testes com resultado negativo para COVID-19 já somam 11.021 desde o início da pandemia. O monitoramento para casos de síndrome gripal inespecífica já foi encerrado para 1.475 suspeitos.

Segundo o levantamento, foram registrados 36 novos casos positivos nos últimos quatro dias, 16 mulheres e 20 homens, uma média de nove casos diários, o que eleva o número de contaminados a 3.206 desde o início do monitoramento. Entre eles, são 61 óbitos, quatro hospitalizados, 35 pessoas em isolamento domiciliar e 3.106 curadas.

Hospitalizados

Trinta e quatro pacientes se encontram hospitalizados na cidade por causas respiratórias, sendo 24 em enfermaria e dez em UTI. Destes, dez testaram positivo para COVID-19, seis tiveram resultado negativo e outros 18 aguardam pelos resultados. Dos dez pacientes positivos estão internados, sendo quatro de Sete Lagoas. Os demais são de Paraopeba, Cachoeira da Prata e dos estados do Tocantins e São Paulo.

Hoje são seis pacientes internados no Hospital Municipal (sendo cinco em UTI), 22 no Hospital Nossa Senhora das Graças (entre os pacientes do SUS, são 14 em enfermaria e três em UTI), dois internados no Hospital da Unimed (um em UTI) e quatro na UPA, todos em enfermaria. A taxa de ocupação de leitos de UTI destinados exclusivamente a pacientes com coronavírus na cidade, incluindo leitos do SUS e da saúde suplementar, é de 16,4%.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade