Publicidade

Estado de Minas SALVAMENTO

Policiais militares fazem parto no meio da rua e salvam bebê e mãe

Motorista de Uber chegou apavorado em frente ao quartel, pedindo ajuda


26/10/2020 17:12 - atualizado 26/10/2020 17:27

O cabo Edmilson (no centro) desvirou o bebê e fez uma ginástica para que ele soltasse o líquido que estava em seu pulmão(foto: PMMG/Divulgação )
O cabo Edmilson (no centro) desvirou o bebê e fez uma ginástica para que ele soltasse o líquido que estava em seu pulmão (foto: PMMG/Divulgação )
Nem assalto, nem vítima com ferimento. Esses foram os primeiros pensamentos dos dois policiais PM que estavam de plantão no quartel da 12ª Companhia do 4º BPM, na Avenida Senador Levindo Lopes, no Bairro Mangueiras - a soldado Bárbara e o cabo Edmilson, nesta madrugada, quando o carro parou em frente a eles e pediu socorro. Era um motorista de Uber e a ajuda que queria era para a mulher, Sebastiana, que estava em trabalho de parto no banco traseiro. Pouco tempo depois nascia uma menina.
“Olha, a gente pensou um monte de coisas. Não seria uma ameaça, pois o motorista estava nervoso. Aproximamo-nos e vimos que era uma mulher em trabalho de parto, aliás o bebê acabara de nascer”, conta Bárbara.

Nesse instante, Edmilson mandou que Bárbara buscasse material de asseio, enquanto ele abriu a porta para amparar a mulher e o recém-nascido. Ela foi até o interior da guarita, apanhou álcool e luvas antissépticas e retornou para o carro.

Bárbara conta que o bebê estava roxo e não respirava. Foi o cabo Edmilson, segundo ela, que desvirou o bebê e fez uma ginástica para que ele soltasse o líquido que estava em seu pulmão, desengasgasse, voltasse a respirar e chorasse.

Logo em seguida, os policiais chamaram o Samu, que levaram a mãe e o bebê para o Hospital do Pronto Socorro. Os dois, segundo informações, passam bem.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade