Publicidade

Estado de Minas ESTAGNAÇÃO

COVID-19: Sete Lagoas apresenta menor ocupação de leitos desde março

Onze dos 20 bairros com mais casos de coronavírus na cidade não registraram casos positivos da doença nos últimos 10 dias. Recuperados já são 97% do total de infectados


19/10/2020 16:10 - atualizado 19/10/2020 16:18

Índice de ocupação dos leitos próprios para COVID-19 é de 14,75% na rede suplementar e do SUS na cidade(foto: PMSL/Divulgação)
Índice de ocupação dos leitos próprios para COVID-19 é de 14,75% na rede suplementar e do SUS na cidade (foto: PMSL/Divulgação)
Desde o início da pandemia de COVID-19 que Sete Lagoas, cidade localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, não apresenta números tão baixos de internação. Atualmente, apenas 16 pacientes ocupam leitos específicos para coronavírus no município, sendo sete moradores.

Com isso, a taxa de ocupação de leitos de UTI destinados exclusivamente a pacientes com COVID-19 na cidade, incluindo leitos do SUS e da saúde suplementar, é hoje de 14,75%, o menor percentual desde março.

Ao todo, 39 pacientes estão hospitalizados na cidade por causas respiratórias, sendo 30 em enfermaria e nove em UTI. Desses, 16 já testaram positivo para coronavírus, nove tiveram resultado negativo e 14 aguardam os resultados de exames.

Além dos sete pacientes de Sete Lagoas, há pessoas de Capim Branco, Caetanópolis, Funilândia, Ribeirão das Neves, Paraopeba, Matozinhos, Prudente de Morais e dos estados de Tocantins e São Paulo sendo assistidas na cidade.

O boletim epidemiológico municipal emitido nesta segunda-feira (19) mostra que a cidade registrou um aumento de 0,37% nas notificações de novos casos suspeitos nas últimas 48 horas. Com isso, Sete Lagoas tem 414 pessoas em monitoramento e 10.475 casos negativos, já descartados por exames, desde o início da pandemia.

Quatorze novos casos positivos foram identificados durante o fim de semana, sendo sete mulheres e sete homens, elevando o número total de contaminados até o momento a 3.027, sendo que 2.936 já estão curados, além dos 58 óbitos já registrados, sete pacientes hospitalizados e 26 pessoas em isolamento domiciliar. A taxa de recuperação na cidade está hoje em 97%.

Ocorrência por bairros

Onze dos 20 bairros com maior número de casos positivos da doença não apresentaram novos registros de coronavírus na última semana. Centro, Nossa Senhora das Graças, Montreal, Interlagos I, São Geraldo, Cidade de Deus, Jardim Europa, Canaan, Santa Luzia, Belo Vale I e São Francisco se encontram na estagnação dos casos.

O bairro líder, Progresso, teve apenas um novo caso confirmado desde o balanço do dia 10 de outubro. Já o Boa Vista, que se encontrava em franca ascensão, registrou dois novos casos positivos de COVID-19 no mesmo período.

20 bairros com mais casos positivos de COVID-19

(Dados de 19 de outubro)

1- Progresso: 109
2- Centro: 98
3- Jardim Arizona: 98
4- Boa Vista: 97
5- JK: 91
6- Carmo I: 83
7- Santo Antônio: 81
8- Nossa Senhora das Graças: 78
9- Montreal: 75
10- Interlagos I: 73
11- São Geraldo: 69
12- Nova Cidade: 67
13- Jardim Europa: 59
14- Cidade de Deus: 54
15- Canaan: 52
16- Santa Luzia: 48
17- Belo Vale I: 47
18- Verde Vale: 46
19- São Francisco: 44
20- Catarina: 41

10 de outubro
1- Progresso: 108
2- Centro: 98
3- Jardim Arizona: 96
4- Boa Vista: 95
5- JK: 90
6- Carmo I: 82
7- Santo Antônio: 80
8- Nossa Sra. das Graças: 78
9- Montreal: 75
10- Interlagos I: 73
11- São Geraldo: 69
12- Nova Cidade: 65
13- Jardim Europa: 59
14- Cidade de Deus: 54
15- Canaan: 52
16- Santa Luzia: 48
17- Belo Vale I: 47
18- São Francisco: 44
18- Verde Vale: 44
20- Catarina: 40


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade